Porto Velho (RO) domingo, 27 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

PONTE BRASIL/BOLÍVIA: Raupp garante recursos


"Vamos assegurar junto ao orçamento da União os recursos necessários à construção da ponte  sobre o rio Mamoré, em Guajará-mirim". Foi o que disse o líder do PMDB no Senado Federal, Valdir Raupp(RO) ao se referir a ação  que terá juntamente com a deputada federal, Marinha Raupp(PMDB-RO),  em Brasília para viabilizar os recursos que o Departamento Nacional de Infra-Estrutura Terrestre(DNIT  precisará para a referida obra.

O senador e a deputada participaram no dia de ontem(14), da apresentação do projeto da ponte sobre o rio Mamoré, em Guajará-Mirim feito na Associação Comercial e que reuniu representantes do DNIT, presidente do SEBRAE/RO, Pedro Teixeira e dirigentes da Associação Comercial de Guarajá-Mirim, além de representantes de setores produtivos regionais e  o bispo diocesano, Dom Geraldo Verdier, que afirmou  ser a "obra a esperança que renasce para o povo de Guajará-Mirim".
 
A obra, que vai ligar a BR-425 ao território boliviano integra um conjunto de obras que o DNIT tem programadas para aquele município, cuja realização foi tornada possível graças ao empenho da bancada federal rondoniense. O pacote, verdadeiro presente de natal para aquele município, contém a recuperação total da BR-425 desde o entroncamento com a BR-364 até à ponte binacional, que será construída na área próxima à cachoeira, fora do centro da cidade, e ainda, a construção da travessia urbana – vias marginais – desde o Acesso à Unir, Campus de Guajará, até o trevo de acesso ao centro da cidade.

O projeto da ponte  foi apresentado ao público pelos técnicos da JDS, empresa responsável pela sua produção.. O Sebrae, um dos grandes defensores da obra,  apresentou aos empresários do município todas as perspectivas que serão abertas a partir da consolidação do grande marcado que se abre a partir das facilidades de acesso que a ponte e as demais obras irão promover. Somente para a ponte estão estimados investimentos da ordem de R$ 120 milhões do DNIT.
 
Para o superintendente do DNIT, José Ribamar Oliveira, a importância da ponte pode ser avaliada a partir do empenho pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sua concretização. Tanto, que por duas vezes o próprio diretor-geral do DNIT, Luiz Antônio Pagot, já visitou a Bolívia, discutindo detalhes da obra com as autoridades bolivianas. Para o país vizinho, significa afinal a perspectiva de ligação com o oceano Atlântico, passando por solo brasileiro.

A ponte sobre o rio Mamoré, que terá uma extensão de 1.200 metros, já foi inclusive objeto de análise pela Comissão da Amazônia na Câmara Federal, que autorizou a negociação internacional para sua concretização. Oliveira acrescenta que a abertura de licitação para a obra depende apenas da assinatura do termo de cooperação internacional que irá possibilitar a contratação do EIA/RIMA – para obtenção do licenciamento ambiental.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Municípios

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam