Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Plano Diretor de Ji-Paraná é discutido com empresários



A audiência Pública foi promovida pela Câmara de Vereadores, por requerimento do vereador Marcos Rogério, (PDT) em conjunto com o curso de Direito do Ceulji/Ulbra, com o lema: Parâmetros para uma nova cidade. Autoridades dos Poderes Executivo e Legislativo Municipais, empresários ligados ao setor imobiliário e acadêmicos dos cursos de Direito, Arquitetura, Biologia, Serviço Social e Gestão imobiliária prestigiaram o evento.

Marcos Rogério abriu a Audiência anunciando que o Plano Diretor está previsto na Constituição Federal e no Estatuto das Cidades e é fundamental para o processo de crescimento da cidade de forma ordenada. “Esse é um momento decisivo para a composição das normas do Plano. Queremos uma lei que seja atualizada e que promova um novo conceito de cidade, com crescimento planejado, instrumentos públicos adequados, mas dentro das características da cidade. Não basta ter a lei, ela precisa cumprir o seu papel”, argumentou Marcos Rogério.

Segundo a professora Neiva Araújo, que pediu a audiência na instituição, o encontro foi uma grande oportunidade para os acadêmicos e para a comunidade. “A audiência pública é um instrumento democrático para discussão de temas relevantes para a cidade e serve para aperfeiçoar as ideias. É uma prática efetiva do exercício da cidadania” disse.

Entre as ideias apresentadas pelos acadêmicos temas como: acessibilidade, ciclovias, parque industrial e cuidado com o trânsito e estacionamento na cidade, foram os pontos mais destacados e que serão estudados pelos vereadores, podendo se transformar em emendas a proposta encaminhada pela prefeitura.

O presidente da sub-sessão da OAB de Ji-Paraná, Jacinto Dias, destacou a discussão do tema com a comunidade enfatizando o papel orientador do Plano. “A Câmara está de parabéns pela iniciativa da Audiência Pública e os acadêmicos pela participação efetiva na construção de uma proposta moderna e adequada para as necessidades do município” disse.

Já o presidente da Associação Comercial, ACIJIP, Marcito Pinto, manifestou preocupação com a política de incentivo às indústrias na cidade, como forma de fomentar investimentos e gerar empregos. “É o memento de discutir o tema e propor ideias que possam nortear a política de investimentos no setor”, destacou.

Também participaram da audiência Pública os vereadores Nilton Cezar (PSB), Solange Pereira, (PMDB) Marcia Regina, (PT) Joziel Carlos (PMDB) e José Carlos Cacau (PRTB). Todos destacaram pontos relevantes do projeto e a disposição em oferecer emendas para melhor adequar o Plano aos interesses do município.

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Municípios

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

O avanço na aplicação das vacinas, a redução do número de internações e de novos casos da covid-19, fizeram com que Porto Velho avançasse da Fase Amar

SEMED compra milhares de frascos de álcool e armazena em local inadequado em Porto Velho

SEMED compra milhares de frascos de álcool e armazena em local inadequado em Porto Velho

O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos) flagrou o que pode ser um polêmico caso de desperdício de dinheiro público pela Prefeitura de Porto Velho:

Porto Velho: Decreto transfere ponto facultativo para o dia 1º de novembro

Porto Velho: Decreto transfere ponto facultativo para o dia 1º de novembro

O ponto facultativo alusivo ao Dia do Servidor Público, comemorado no próximo dia 28 de outubro, foi transferido para o dia 1º de novembro de 2021 pel