Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

MPF discute saúde indígena em Guajará-Mirim


 
A medida visa promover um intercâmbio maior entre as instituições e as comunidades indígenas na busca de soluções para os problemas de saúde
Nesta semana, representantes do Ministério Público Federal (MPF) em Rondônia fizeram reunião em Guajará-Mirim para discutir a aplicação de verbas públicas destinadas à saúde indígena no município. 

A procuradora da República Lucyana M. Pepe Affonso de Luca  ouviu das lideranças indígenas os problemas de saúde que têm afetado as comunidades e dos órgãos responsáveis pela administração dos recursos voltados para a saúde indígena, a forma de aplicação do dinheiro enviado pelo governo federal.

Participaram da reunião: o prefeito municipal Atalíbio Pegorini ,a secretária de saúde de Guajará-Mirim, Débora Azevedo, representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Cimi, Conin, Conselho local de Saúde Indígena, Asdefal e lideranças dos povos indígenas da região.

Todos os representantes indígenas relataram problemas comuns, como falta de capacitação e carência de profissionais para atender as aldeias, falta de medicamentos, dificuldades de locomoção e comunicação.

Recursos Humanos
- A Asdefal, associação conveniada responsável pela contratação de pessoal para trabalho na saúde indígena, informou que o município de Guajará-Mirim recebe R$ 167 mil a título de verba para Atenção Básica a Saúde Indígena (IAB). O recurso é repassado do município para a associação e, segundo o representante José Sérgio Campos, a Asdefal não gasta nenhum centavo do dinheiro destinado a saúde indígena com a manutenção da entidade, sendo que as despesas administrativas de logística são custeadas pelos Municípios, que destinam recursos próprios do orçamento para manutenção do convênio com a instituição.

Atendimento médico e hospitalar
- Segundo a secretária municipal de saúde, há dificuldade de contratação de profissionais para atender o município em geral. Ela relatou que parte do recurso não tem sido repassado ao município nos últimos meses; que a pediatria do Hospital Bom Pastor é exclusiva para o atendimento de crianças indígenas e que o município custeia todas as despesas de internação. 

Quanto à administração de medicamentos, a Funasa respondeu que o Ministério da Saúde possui uma lista básica, composta por 188 itens e que tais medicamentos foram adquiridos; que devido a problemas licitatórios os produtos demoram a chegar, mas que, aos poucos, a situação está sendo regularizada.

Transporte
- Em relação à locomoção de pacientes da aldeia até a cidade, o prefeito de Guajará-Mirim, Atalíbio Pegorini, está na expectativa de receber uma ambulancha através de uma emenda parlamentar. Ele também se comprometeu a realizar concurso público para contratação em diversas áreas, o que poderá resolver ou ao menos minimizar parte dos problemas.

O Ministério Público Federal irá acompanhar a implementação das medidas propostas pelos órgãos públicos e requisitar as informações necessárias ao esclarecimento dos questionamentos suscitados pelos indígenas.

Fonte:
MPF/RO

Mais Sobre Municípios

Porto Velho: Sine tem vagas para pessoas com ou sem formação

Porto Velho: Sine tem vagas para pessoas com ou sem formação

Diversas vagas de emprego estão disponíveis no mercado em Porto Velho, conforme informa a página virtual do Sine Municipal. São postos para pessoas em

Equipes de obras realizam serviços em 11 bairros de Porto Velho

Equipes de obras realizam serviços em 11 bairros de Porto Velho

Equipes de obras da Prefeitura de Porto Velho seguem em ritmo acelerado nesta segunda-feira (14), com serviços estruturantes em 11 bairros. Elas reali

Presidente Alex Redano comemora o início das obras de asfalto do Tchau Poeira em Ariquemes

Presidente Alex Redano comemora o início das obras de asfalto do Tchau Poeira em Ariquemes

Em pleno domingo (13), foram iniciadas as obras de asfaltamento do programa Tchau Poeira, do Governo do Estado, em Ariquemes. O início dos trabalhos