Porto Velho (RO) terça-feira, 29 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Ministro Padilha irá participar da inauguração do Hospital São Daniel Comboni, diz Padre Ton



O ministro Alexandre Padilha (Saúde) irá a Rondônia prestigiar a inauguração do Hospital São Daniel Comboni, construído por iniciativa da Associação Assistencial à Saúde São Daniel Comboni, fundada em 2003 por vontade do Padre Franco Vialetto, atual prefeito de Cacoal, de erguer uma instituição hospitalar com apoio da sociedade e organizações não-governamentais do Brasil e Itália.

A confirmação da ida do ministro foi feita pelo próprio Padilha ontem (30) ao deputado federal Padre Ton e prefeito Padre Franco. “O ministro demonstra grande entusiasmo por este projeto, e há tempos vem manifestando a vontade de estar presente na inauguração do hospital. Ele tem sido um parceiro importante desde mesmo antes de assumir a Saúde no governo Dilma, quando foi ministro de Assuntos Institucionais no governo Lula”, relembra Padre Ton.

A agenda será no início de outubro. A data será confirmada pelo gabinete do ministro ao prefeito e ao deputado Padre Ton. Da audiência com Padilha também participou o vereador de Santa Luzia, Adão Marcos (PT).

O Hospital São Daniel Comboni tem mais de 20 mil metros quadrados de área construída, e será utilizado para atendimento de alta complexidade na área de oncologia, hemodiálise e cardiologia. O prefeito Padre Franco explicou ao ministro as razões da utilização do espaço para estas finalidades, e o ministro quis saber qual a estrutura já existente e o que ainda será necessário para equipar ainda melhor o hospital.

A Associação Assistencial à Saúde São Daniel Comboni decidiu transformar o Hospital São Daniel Comboni num Centro de Assistência Oncológica devido ao grande número de casos de câncer em Rondônia. Os pacientes e familiares se deslocam geralmente para Barretos (SP) para tratamento.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), de 2006-2007, aponta a média mensal de 88 casos novos por sexo, com estimativa de 70 casos de câncer infantil por ano.

O prefeito Padre Franco lembra que tudo começou em 2003, quando foi criada a Associação. “As obras do Hospital Regional (estado) estavam paradas há mais de 18 anos. Era muito ruim aquela situação. Então criamos a Associação com o objetivo de construir e administrar o hospital. Logo de inicio tivemos o apoio da senadora Fátima Cleide e do deputado Eduardo Valverde, que chegaram a ir a Itália para me ajudar nas conversas iniciais com entidades daquele país. As organizações italianas foram fundamentais. E a solidariedade e força do povo de Cacoal, que trabalhou em mutirão para fazer a obra, não tem preço”, diz o prefeito.

Fonter: Mara Paraguassu 
 

Mais Sobre Municípios

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), coordenadora do Comitê Municipal de Segurança Viária, realizou na última sexta-feira (25) o encerramento d

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

Comunicado Semtran - Avenida Campos Sales terá seu sentido de circulação alterado

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes – SEMTRAN, comunica à população que a avenida Cam