Porto Velho (RO) terça-feira, 12 de novembro de 2019
×
Gente de Opinião

Municípios

Maurão quer transformar Ji-Paraná em Estância Turística


Transformar o município de Ji-Paraná, o segundo mais populoso do Estado de Rondônia, em Estância Turística é o que deseja o deputado Maurão de Carvalho (PP), 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa. Projeto de lei complementar com essa finalidade foi apresentado no Parlamento Estadual e já está em análise pelas comissões técnicas do Poder Legislativo.

Segundo Maurão de Carvalho, o município jiparanaense tem vocação para tal e preenche os requisitos e condições de lazer, recreação, recursos naturais, culturais, infraestrutura e serviços dimensionados às atividades. “Passando a essa condição, Ji-Paraná só irá ganhar com a vinda de recursos e aporte financeiro com incentivos específicos na área federal e estadual”, justifica sua proposição o vice-presidente da Assembleia Legislativa.

Para melhor compreensão dos demais deputados estaduais rondonienses, Maurão de Carvalho destaca que “Estância, de uma forma geral, pode ser entendida como localidade beneficiada por recursos naturais, paisagísticos, medicinais, históricos artísticos, dentre outros, que podem gerar um fluxo de turistas. No Brasil, as Estâncias tornaram-se para alguns Estados verdadeiros oásis dentro de seus territórios por serem locais de lazer, distração, recreação, ar puro, contato com a natureza, propiciando benefícios às pessoas”.

O deputado Maurão de Carvalho narra como surgiu Ji-Paraná que fica em dois distritos às margens do rio Machado. Enaltece as belezas da localidade. Fala sobre o desbravador Cândido Mariano Rondon e cita que, antes da emancipação política, em outubro de 1977, através da lei 6.448, foi denominado como Vila Urupá, Presidente Penna e Vila de Rondônia.

No projeto de lei, Maurão de Carvalho ainda destaca os pontos turísticos com o Teatro Dominguinhos, Museu das comunicações, Exposições Agropecuárias, Fuscacross, Kart e Motocross, bem como pontos de lazer como o Esporte clube Vera Cruz, Tracoá Water Park, Maré Mansa Clube de Campo, Associação Atlética Banco do Brasil e Balneário Bernardi. “Em Ji-Paraná, a natureza serve como opção de lazer. Nas águas dos rios Machado e Urupá pode-se pescar, nadar, praticar esqui aquático ou remar. É possível também caminhar pela mata fechada, onde a fauna e a flora oferecem um espetáculo de rara beleza. Por conta disso, o município possui todas as condições para ser transformado em Estância Turística, pois os benefícios serão enormes em favor da localidade de sua gente”, completa o vice-presidente da Assembleia Legislativa.

Fonte: Carlos Neves

Mais Sobre Municípios

Porto Velho: prazo para renegociar dívidas com a prefeitura termina no dia 19 de dezembro

Porto Velho: prazo para renegociar dívidas com a prefeitura termina no dia 19 de dezembro

Contribuintes que estão em débito com a Prefeitura de Porto Velho têm até o dia 19 de dezembro deste ano para renegociar suas dívidas, inclusive com a

Vilhena: concurso da Prefeitura e Saae já têm mais de 20 mil inscritos: prazo acaba dia 24

Vilhena: concurso da Prefeitura e Saae já têm mais de 20 mil inscritos: prazo acaba dia 24

Abertas há pouco mais de 20 dias, as inscrições para os concursos da Prefeitura de Vilhena e do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) já superaram

Prefeitura de Porto Velho busca solução para garantir o ano letivo de 2019

Prefeitura de Porto Velho busca solução para garantir o ano letivo de 2019

A Prefeitura de Porto Velho, em reunião com órgãos de controle nesta quarta-feira (6/11), às 10 horas, na Câmara Municipal, vai definir uma solução pa