Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Mais de 250 mil habitantes são atingidos por enchentes em Rondônia



Daniel Panobianco - A intensificação das chuvas no sul da Amazônia nas últimas duas semanas tem provocado muitos transtornos, principalmente no interior de Rondônia. Ao todo, 17 dos 52 municípios do Estado, estão enfrentando problemas devido às enchentes dos rios. Em pelo menos 5, o acesso pelas estradas está bloqueado desde o último sábado (21). No Vale do Guaporé, já há registro de escassez de alimento e combustível.

A situação é mais critica na região central entre Ji-Paraná e Jaru. A cheia do rio Machado, em Ji-Paraná, já afeta mais de 10500 moradores, sendo 8 mil apenas na zona urbana. A cidade é a segunda maior de Rondônia, com mais de 106 mil habitantes. Segundo o último levantamento realizado pela COMDEC (Comissão Municipal de Defesa Civil) na tarde desta sexta-feira, o número de pessoas desabrigadas chegou a 350 moradores, sendo que 80 famílias foram retiradas de suas casas com o auxilio do Corpo de Bombeiros. Outras 500 pessoas ficaram desalojadas e foram encaminhas para a casa de amigos ou parentes. A enchente em Ji-Paraná também castiga a zona rural. Pelo menos 300 propriedades, entre sítios, chácaras e fazendas, estão alagadas. O nível do rio Machado, que na noite de quarta-feira alcançou 11,45 metros, nesta sexta-feira baixou para 11,20 metros, mesmo assim bem acima do considerado seguro, que é de 9,37 metros.

Em outros 16 municípios, a enchente também castiga. Em Alvorada d' Oeste, na mesma região de Ji-Paraná, foi decretado estado de emergência em virtude dos enormes estragos. Somente no interior do município, mais de 30 pontes caíram ou foram arrastadas pela correnteza. Em Jaru, distante 208 km da capital Porto Velho, o nível do rio de mesmo nome já desabrigou 15 famílias na zona urbana e outras milhares estão isoladas no interior em povoados e comunidades ribeirinhas. Ao contrário de outras regiões brasileiras, que também registram enchentes, na Amazônia, uma cheia pode durar semanas e até meses, o que aumenta o risco de proliferação de doenças e consequentemente, de estragos.


Municípios afetados por chuvas e/ou enchentes em Rondônia:

Alvorada d' Oeste - enchente

Cacoal - chuva

Castanheiras - chuva

Costa Marques - chuva

Jaru - enchente

Ji-Paraná - enchente

Machadinho d' Oeste - enchente

Ouro Preto - chuva

Pimenta Bueno - enchente

Presidente Médici - enchente

Rolim de Moura - chuva

São Francisco do Guaporé - chuva

São Miguel do Guaporé - chuva

Seringueiras - chuva

Urupá - enchente

Vale do Anarí - enchente

Vale do Paraíso - enchente

Dados: COMDEC
Fonte: De olho no tempo

Mais Sobre Municípios

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Visando por fim na antiga prefeitura no Centro de Cacoal, a atual administração está alterando a finalidade do Complexo Beiro Rio e levará, até o fi

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

O avanço na aplicação das vacinas, a redução do número de internações e de novos casos da covid-19, fizeram com que Porto Velho avançasse da Fase Amar

SEMED compra milhares de frascos de álcool e armazena em local inadequado em Porto Velho

SEMED compra milhares de frascos de álcool e armazena em local inadequado em Porto Velho

O vereador Everaldo Fogaça (Republicanos) flagrou o que pode ser um polêmico caso de desperdício de dinheiro público pela Prefeitura de Porto Velho: