Porto Velho (RO) domingo, 20 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Jesualdo Pires e Anselmo de Jesus defendem permanência de curso em Ji-Paraná



A permanência do curso de Engenharia Ambiental no campus de Ji-Paraná da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) foi pauta de uma reunião entre alunos e os deputados Anselmo de Jesus (Federal/PT) e Jesualdo Pires (Estadual/PSB). O encontro foi proposto pelos estudantes com principal objetivo de ganhar apoio na luta pela não transferência do curso para o campus de Porto Velho.

Na reunião os alunos expuseram a realidade dos fatos e suas preocupações diante da proposta apresentada por professores do Departamento de Engenharia Ambiental da Universidade em  levar o curso para a cidade de Porto Velho, tendo como argumento para a transferência a falta de estrutura do campus de Ji-Paraná para atender ao curso. Ainda de acordo com os professores seria criado um Centro de Engenharia na Capital.

Alunos e deputados compartilham da mesma opinião em que a viabilidade é manter o curso em Ji-Paraná e então somar esforços para que o curso receba os apoios necessários para as melhorias estruturais, essenciais para a qualidade do ensino e o reconhecimento do mesmo, por parte do Ministério da Educação (MEC). 

"Propomos a descentralização da Unir e a implantação do Centro de Engenharia em Ji-Paraná. Queremos concentrar os esforços e ampliar a oportunidade de estudo com qualidade", disse o estudante Thiago Emanuel Possmoser.

A aluna Aline Fosqueane, emocionada, falou do medo de vir a perder os anos dedicados ao curso. "É a profissão que escolhi. A profissão que quero exercer. Tive essa oportunidade e agora posso perdê-la. Não dá para imaginar cinco de anos de dedicação e não sermos reconhecidos no final", desabafou.  

O Deputado Federal Anselmo, um dos incentivadores para que o curso de Engenharia Ambiental fosse implantado no município, se dispôs a trabalhar pela permanência do curso por acreditar nesta área e compreender a importância da engenharia ambiental para toda sociedade.

" Vou me dedicar para buscar condições para melhorar a estrutura do curso e sua manutenção e assim tornar o campus de Ji-Paraná viável a para vinda do Centro de Engenharia", disse.

De acordo com o Deputado, Ji-Paraná poderá se tornar um pólo educacional, uma vez que há também no município o Instituto Federal de Educação Tecnológica, além da vantagem da localização geográfica que permite a adesão de estudantes de vários municípios circunvizinhos, ampliando a oportunidade de muitos jovens a obter um curso superior. 

"Vamos nos mobilizar para a manutenção do curso e a vinda de novos segmentos da engenharia como a engenharia civil. Permitir o fim do curso aqui (Ji-Paraná) seria emperrar o desenvolvimento do interior do Estado", destacou Anselmo.

Os deputados esperam  ter também a oportunidade de se reunir com os professores do curso, autores da proposta de transferência.


Curso


O curso de Engenharia Ambiental foi implantado em Ji-Paraná no ano de 2007 e conta com cerca de 100 alunos, a maioria vinda de municípios do centro-sul do Estado.  A primeira turma de engenheiros ambientais será graduada em 2011.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce