Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Inicio da temporada de 'É Crime Não Saber Ler'




TEATRO EM CARTAZ


Para quem gosta de uma boa dramaturgia, começa dia 26, sábado, às 20h30, no Teatro Um do Sesc, mais uma temporada de “É Crime Não Saber Ler”, produzido pelo Grupo de Teatro Evolução. O espetáculo participa do projeto Teatro Em Cartaz, desenvolvido pelo SESC/RO, e será apresentado nos dias 26 de março e 02 de abril.


O PROJETO

Teatro Em Cartaz, é mais uma iniciativa do SESC/RO que visa estimular e valorizar os artistas de teatro, atores, produtores e diretores locais. O objetivo principal é trazer para a cena as produções do estado oportunizando aos comerciários e comunidade em geral o acesso a estas produções.
Os grupos selecionados realizam uma temporada de um mês, no Teatro 1 do SESC, utilizando e desfrutando de toda a estrutura que o SESC oferece, como forma de estimular as companhias a produzirem mais.


A PEÇA

Estreada em julho de 2009, É Crime Não Saber, ler já participou de projetos importantes, emocionando o publico por onde passa. Sua primeira temporada, em 2009, foi no Teatro Banzeiros. Em março de 2010, participou do Festival de Teatro de Curitiba, sendo considerado o melhor espetáculo apresentado no teatro Mini Guaira, na capital Paranaense. No período de 21 de março a 03 de julho de 2010 percorreu o interior do estado de Rondônia pelo projeto Cultura Sesc Itinerante.

É Crime Não Saber Ler, demonstra o enorme, se não o maior, crime já perpetrado contra uma pessoa ou contra um povo: o da ignorância imposta pelos interesses particulares de muitos... Desde quando se promete acabar com o analfabetismo, que ao contrario aumenta dia-a-dia? Quando o homem do campo, sem perspectiva para a vida... Sem o amor de si e de outrem... Supondo-se traído eternamente, não valoriza a vida e extingue-se o amor, o único significado para viver.

O caboclo do espetáculo É Crime Não Saber Ler, porque não sabe ler, porque não pôde estudar, porque não lhe ensinaram, cultiva um sentimento voraz ao qual chamamos de ciúme. O exemplo rural é também urbano e humano. E de quem é a culpa, se culpa há? Não pode haver crime maior que impedir, por qualquer motivo, que a nossa gente aprenda a ler.

O espetáculo é um monologo apresentado pelo ator Eules Lycaon, com participação de Mika Cardoso e André Ribeiro. O texto é de Luíz Antônio de Araújo, e a direção é do próprio Lycaon.

A entrada custa R$ 10 (inteira) e R$ 5,00 (meia), maiores informações, através dos telefones 69 8413-5465 / 3227-0125 ou pelo e-mail gte-pvhro@hotmail.com

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce