Porto Velho (RO) quarta-feira, 26 de janeiro de 2022
×
Gente de Opinião

Municípios

Governador Confúcio apóia instalação de polo de informática em Guajará-Mirim


 
O governador Confúcio Moura comprou a briga da Associação Comercial, da prefeitura de Guajará-Mirim e do setor produtivo de Rondônia para a instalação de um polo de fabricação e comercialização de produtos de informática no município, com os benefícios da Área de Livre Comércio local (ALCGM). Confúcio prometeu todo o apoio possível para a reivindicação dos empresários de Guajará, durante reunião realizada na última segunda-feira (04/070 com o presidente da Associação Comercial, Márcio Badra, e dos diretores da entidade, Deleny Cavalcante e Cícero Noronha, o qual também é diretor da Federação das Associações Comerciais do Estado de Rondônia (Facer), juntamente com o presidente do Sindicato da Micro e Pequena Indústria (Simpi) de Rondônia e do Conselho Deliberativo do Sebrae, Leonardo Sobral.Governador Confúcio apóia instalação de polo de informática em Guajará-Mirim - Gente de Opinião

Num primeiro momento, Confúcio confirmou sua participação em uma campanha para a sensibilização do Congresso Nacional para derrubar o veto a benefícios da ALCGM para a produção de produtos de informática no município, com a aprovação do Projeto de Lei do Senado (PLS) 54, que foi criado no início deste ano pelo senador Valdir Raupp (PMDB/RO), e conta com a relatoria do senador Acir Gurgacz.

“Com a atuação de dois senadores, que ocupam lugar de destaque no Congresso, e mais o empenho do governador Confúcio, certamente a população de Guajará vai receber este benefício”, considera Leonardo Sobral. O governador também prometeu conversar com o ministro do Desenvolvimento, Fernando Damata Pimentel, sobre o assunto.

A reivindicação da Associação Comercial e da prefeitura de Guajará atende à urgente necessidade de geração de emprego e renda no município, que enfrenta uma grave crise financeira. Com 41 mil habitantes, a prefeitura arrecadou apenas R$ 40 milhões no ano de 2010. O município tem 93% do seu território formado por unidades de preservação e terras indígenas, o que impossibilita o desenvolvimento da agricultura e da pecuária. “A exemplo do que ocorreu no Estado do Amazonas, onde a montagem de produtos de informática gerou uma economia forte, possibilitando que fosse preservada a floresta, Guajará também precisa utilizar os benefícios da Área de Livre Comércio para explorar este setor”, explica o diretor de comunicação da Associação Comercial, Cícero Noronha.

Comércio e turismo

“A montagem de produtos de informática, com incentivos da ALCGM, para a importação mais barata de peças e equipamentos, vai permitir a abertura de pequenas empresas, com quatro ou cinco funcionários, para abastecer o mercado de Rondônia e estados vizinhos com preços competitivos. Estes empreendimentos também darão um incremento para o comércio e o turismo local. Hoje em dia, muitas das pessoas que visitam Guajará se deslocam para a cidade vizinha de Guayará-Merin, na Bolívia, principalmente para a compra de produtos eletro-eletrônicos”, diz o secretário municipal de Planejamento e diretor da Associação Comercial do município, Sidney Dias da Silva.

Segundo dados da Federação do Comércio de Bens e Serviços e Turismo de Rondônia (Fecomércio), os produtos de informática movimentam R$ 750 milhões por ano em Rondônia – o que equivale a 6% do PIB do Estado.

A campanha para instalação de um polo de informática em Gujará-Mirim vai ser iniciada com a distribuição de 600 cópias de um vídeo de 6 a 8 minutos para os integrantes da Câmara e do Senado Federal e outros órgãos públicos em Brasília e Rondônia. Além deste CD, a Associação Comercial de Guajará está produzindo outro menor, para divulgação na mídia. A Associação Comercial vai promover um jantar em Guajará com a participação dos senadores Acir Gurgacz e Valdir Raupp e o governador Confúcio Moura, para incluí-los no vídeo de divulgação da campanha.

Apoio

No encontro dos representantes de Guajará com o governador, também participaram os empresários Casemiro Carreiro e João Ribeiro. A campanha pela instalação de um polo de informática na “Pérola do Guaporé”, como é conhecido o município, conta com o apoio do setor produtivo de Rondônia, representado pelas seguintes entidades: Federação do Comércio e Turismo de Rondônia (Fecomércio), Federação de Agricultura e Pecuária (Faperon), Federação da Micro e Pequena Empresa (FEEMPI/SIMPI), Federação das Associações Comerciais de Rondônia (Facer) e Federação da Câmara de Dirigentes Lojistas (FCDL) do Estado.

Fonte: Ana Aranda 

Mais Sobre Municípios

Mais de 500 pets recebem vacinação antirrábica em ação no Bairro Novo, em Porto Velho

Mais de 500 pets recebem vacinação antirrábica em ação no Bairro Novo, em Porto Velho

Buscando garantir a imunização de cães e gatos contra a raiva, o município promove, até essa semana, a vacinação antirrábica em animais de estimação d

Bonificação começa a ser paga para servidores efetivos de Vilhena, mais de R$ 2,5 milhões serão depositados ainda hoje

Bonificação começa a ser paga para servidores efetivos de Vilhena, mais de R$ 2,5 milhões serão depositados ainda hoje

A Prefeitura de Vilhena iniciou na manhã desta sexta-feira, 21, o pagamento da bonificação extraordinária no valor do salário base de cada categoria

Nove unidades de saúde de Porto Velho vão ter atendimento exclusivo para covid-19

Nove unidades de saúde de Porto Velho vão ter atendimento exclusivo para covid-19

Buscando atender a alta demanda por testes e atendimentos para covid-19, o município vai destinar, a partir da próxima segunda-feira (24), nove unidad