Porto Velho (RO) terça-feira, 22 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

FutuRO começa ações em Guajará


O Plano FutuRO iniciou suas ações na região de Guajará-Mirim, nesta semana, após os dez encontros realizados nas regionais para apresentação. Foram apresentadas as possibilidades de empreendedorismo por meio da Economia Solidária. Autoridades, representantes da sociedade civil e presidentes de diversas associações estiveram reunidos com a equipe do FutuRO, na Prefeitura Municipal de Guajará, para discutirem o planejamento das ações de Economia Solidária e estruturar Centros Públicos Multifuncionais.

Representantes da Associação de Bolivianos pediram para integrar os trabalhos, segundo eles, a Associação tem mais de sete mil bolivianos cadastrados e eles são responsáveis por mais de 70% do que é produzido na cidade de Guajará.

De acordo com Soraya Rachid, gerente da Economia Solidária da Secretaria de Assistência Social de Rondônia (Seas), será feito um levantamento para diagnosticar as reais necessidades da região. “Vamos disponibilizar serviços aos empreendimentos econômicos solidários na comercialização de produtos e serviços, formação, assistência técnica, incubação e apoio nas formações, articulações e constituições de finanças solidárias”, explica.

Edjales de Brito, gerente de Atuação Política Fiscalizadora da Associação Kanindé, disse estar satisfeitos com as propostas de trabalhos. “Temos que nos empenhar para buscar novas oportunidades para todos. Nossas riquezas são grandiosas e devemos aproveitar cada detalhe e fomentar renda e condições de trabalhos. É a primeira vez que temos um governo preocupado conosco. É hora de organizar, planejar e trabalhar”, salientou Edjales.

Os trabalhos também serão implantados em Cacoal e São Miguel do Guaporé. Serão três espaços físicos multifuncionais e coletivos para incubação, formação, realização de procedimentos de sistemas financeiros solidários e comercialização solidária nos municípios. Na próxima semana, o município de São Miguel do Guaporé, receberá a equipe do FutuRO, para planejar juntos, os trabalhos que serão implantados naquela localidade.

Dentro da inclusão produtiva, serão contratados profissionais capacitados e a estrutura física para os trabalhos estará de acordo com as necessidades das atividades realizadas. Todos passarão por aperfeiçoamento técnico, terão acesso ao crédito e ao fortalecimento de negócios sustentáveis, incluindo comunidades tradicionais.

Plano FutuRO

O FutuRO prevê combater a pobreza e erradicar a extrema pobreza, que hoje atinge mais de 300 mil pessoas em Rondônia, com renda per capita de zero a 140 reais ao mês, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O Plano terá um investimentos nos próximos anos, de aproximadamente um bilhão de reais para a área social. Serão atendidos os 52 municípios do estado, com programas de transferência de renda, habitação, educação, acesso aos serviços públicos e inclusão produtiva e tecnológica.

Fonte: Decom
 

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento