Porto Velho (RO) terça-feira, 15 de junho de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

DNIT mostra projeto da ponte Brasil – Bolívia em G. Mirim


Está programada para esta sexta-feira, dia 14, a apresentação do projeto da ponte sobre o rio Mamoré, em Guajará-Mirim. A obra, que vai ligar a BR-425 ao território boliviano integra um conjunto de obras que o DNIT tem programadas para aquele município, cuja realização foi tornada possível graças ao empenho da bancada federal rondoniense. O pacote, verdadeiro presente de natal para aquele município, contém a recuperação total da BR-425 desde o entroncamento com a BR-364 até à ponte binacional, que será construída na área próxima à cachoeira, fora do centro da cidade, e ainda, a construção da travessia urbana – vias marginais – desde o Acesso à Unir. Campus de Guajará, até o trevo de acesso ao centro da cidade. 

O evento, organizado pelo DNIT, contará com a presença do senador Valdir Raupp, da deputada Marinha Raupp, além do presidente do Sebrae/RO, Pedro Teireira e da direção da Associação Comercial de Guajará-Mirim. O projeto da ponte será apresentado ao público pelos técnicos da JDS, empresa responsável pela sua produção, que vêm do Rio de Janeiro especialmente para o encontro. O Sebrae, um dos grandes defensores da obra, irá apresentar aos empresários do município todas as perspectivas que serão abertas a partir da consolidação do grande marcado que se abre a partir das facilidades de acesso que a ponte e as demais obras irão promover. Somente para a ponte estão estimados investimentos da ordem de R$ 120 milhões do DNIT e o senador Valdir Raupp já se comprometeu a trabalhar no sentido de que não faltem recursos para as demais obras. 

Para o superintendente do DNIT, a importância da ponte pode ser avaliada a partir do empenho pessoal do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sua concretização. Tanto, que por duas vezes o próprio diretor-geral do DNIT, Luiz Antônio Pagot, já visitou a Bolívia, discutindo detalhes da obra com as autoridades bolivianas. Para o país vizinho, significa afinal a perspectiva de ligação com o oceano Atlântico, passando por solo brasileiro. A ponte sobre o rio Mamoré, que terá uma extensão de 1.200 metros, já foi inclusive objeto de análise pela Comissão de Viação e Transporte na Câmara Federal, que autorizou a negociação internacional para sua concretização. Oliveira acrescenta que a abertura de licitação para a obra depende apenas da assinatura do termo de cooperação internacional que irá possibilitar a contratação do EIA/RIMA – para obtenção do licenciamento ambiental. 

José Ribamar Oliveira fez questão de destacar que a ponte Brasil – Bolívia, a reforma das BR-425 e a construção da travessia urbana em Guajará-Mirim complementam o trabalho desenvolvido pelo DNIT em todo o estado, graças ao empenho pessoal do senador Valdir Raupp, da deputada Marinha Raupp e de toda a bancada rondoniense. Ele lembrou que em todo o estado estão assinaladas as marcas da presença do órgão, nos trabalhos de manutenção e conservação das rodovias federais. 

Fonte: Ascom - Carlos Henrique

Mais Sobre Municípios

Equipes de obras realizam serviços em 11 bairros de Porto Velho

Equipes de obras realizam serviços em 11 bairros de Porto Velho

Equipes de obras da Prefeitura de Porto Velho seguem em ritmo acelerado nesta segunda-feira (14), com serviços estruturantes em 11 bairros. Elas reali

Presidente Alex Redano comemora o início das obras de asfalto do Tchau Poeira em Ariquemes

Presidente Alex Redano comemora o início das obras de asfalto do Tchau Poeira em Ariquemes

Em pleno domingo (13), foram iniciadas as obras de asfaltamento do programa Tchau Poeira, do Governo do Estado, em Ariquemes. O início dos trabalhos