Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Criação de Peixes cresce em Ariquemes


 
O município é o Pólo da Piscicultura de Rondônia e destaque em toda região Norte do Brasil. Parceira da Prefeitura é fator determinante para o sucesso do empreendimento.

A alternativa encontrada pelos sitiantes e chacareiros de Ariquemes para fugir da monocultura e gerar em emprego e renda no campo, é a Piscicultura – criação de peixes em cativeiro - represas. A prática vem ganhando cada vez mais adeptos e incentivos não faltam para que cresça ainda mais. Muito mais. Primeiramente o homem do campo descobriu, a duras penas, que a atenção dada a uma só fonte de renda nos sítios tornou-se um “tiro no pé”. Isso porque, inevitavelmente, as famílias que dependem de apenas uma prática, ou seja, apenas criando gado, fornecendo leite aos laticínios ou cultivando só um tipo de lavoura, ficam refém dos compradores e sem alternativas na hora de comercializar seus produtos. Em Ariquemes a história é outra. Além de proporcionar renda extra para as famílias, a criação de peixes abre as portas para mais emprego, garante renda permanente, reduz o desmatamento, aumenta consideravelmente o poder de comercialização dos produtos, dá alternativas de venda – atacado, dia-a-dia ou fornecedores garantidos e aumenta as razões para se viver no campo. A cidade também ganha com isso. Ariquemes tem hoje um moderno e forte frigorífico de peixes - único em Rondônia, o dinheiro proporcionado pelo comércio de peixes fica na própria cidade, fomenta o comércio local, indiretamente garante ainda mais postos de trabalho como por exemplo nas lojas do seguimento –  

Ariquemes é o maior produtor de peixes em cativeiro do Estado de Rondônia
 
• O Tambaqui é a espécie mais adaptada;
• O Primeiro Município a implantar um Laboratório de alevinos, com tanques experimentais;
• Fomento à estruturação de arranjos produtivos;
• Há 150 estações de piscicultura implantadas – represas/tanques;
• Frigorífico com capacidade para 4 toneladas dia;
• Principais espécies para investimento: tambaqui, pirarucu, jatuarana;
• Grande potencial de expansão;
• Várias opções para investimento: tanques-rede, canais de irrigação, melhoria da propriedade rural
• Acesso ao crédito;
• Parceria com a Administração Municipal;
• Acompanhamento cotidiano das ações de compra, equipamentos, cria e comercialização;
• Em até 2010 anos, espera-se aumentar a produção de pescado de 2.315 ton/ano para 5.000 mil t/ano.
e outros serviços, fortalece a parceria entre Prefeitura e munícipes, com mais empregos diminui-se a criminalidade, diminui também a pobreza, responsavelmente protege o meio ambiente e diminui o desmatamento. O município tem o primeiro Laboratório de Alevinos do Estado (tanques experimentais) e o frigorífico tem capacidade de abater, limpar e armazenar, 4 toneladas por dia. As metas são ousadas já para 2009. A expectativa é mais que dobrar a produção de peixes em Ariquemes, passando de 2.300 toneladas/ano, para 5 mil toneladas/ano. Ariquemes conta hoje com equipe especializada no assunto, para orientar tecnicamente, acompanhar o cotidiano e ajudar nas questões burocráticas como opções de financiamentos e acesso ao crédito. Já são mais de 150 estações de piscicultura, sendo as principais espécies para investimento, tambaqui, pirarucu e jatuarana. Tambaqui é a espécie mais adaptada. O maior incentivador da piscicultura na região é o Prefeito Confúcio Moura. “Crise significa desemprego. É um ciclo perverso que fecha na demissão do trabalhador. Existe crise, mas, existe também solução. E, em Ariquemes, o desemprego será combatido com a criação de novas oportunidades de trabalho. Não há outra possibilidade, mais barata, que não seja um novo estimulo para o trabalho rural. O emprego rural é mais barato de ser criado. Ainda mais com a criação de peixe em cativeiro. Se os frigoríficos estão crise, a comercialização do peixe não. Junto com outras iniciativas, focadas na fruticultura amazônica, especialmente o açaí, não há o que se temer na região. Estão aí, singelamente colocadas duas opções fortes para o desenvolvimento da nossa cidade. Além da capacitação da nossa juventude”, destaca o prefeito Confúcio Moura.              


RECEITA

Tambaqui na brasa
Rendimento: 10 porções Tempo de Preparo: 3h 00min

Ingredientes: Criação de Peixes cresce em  Ariquemes - Gente de Opinião
 
- 1 tambaqui de 5 kg ou outro peixe de escamas
- 3 pimentas de cheiro
- 4 tomates médios em cubos pequenos
- 1 pimentão verde pequenos em cubos
- 2 cebolas médias picadas
- 1 maço pequeno de cheiro verde picado em finos pedaços
- Azeite
- Vinagre
- Sal a gosto
- Farinha de mandioca (fina)
- 4 cabeças de alho
- Limão para limpar o peixe

   
Modo de Fazer: 

- Lavar o peixe com limão
–  Fazer um vinagrete com tomate, pimentão, cheiro verde, cebola e pimenta de cheiro, além do vinagre acrescentar azeite a gosto no vinagrete
- Após o vinagrete estar pronto, acrescentar a farinha de mandioca até que se forme um pirão úmido
- Passar azeite por toda a parte de dentro do peixe e colocar sal a gosto
- Colocar as cabeças de alho, dentro do peixe (2 na cabeça e 1 no meio e no fim da barriga do peixe) para diminuir o cheiro forte
- Após os passos anteriores colocar o "pirão de vinagrete" dentro do peixe, inclusive a cabeça
- Para assar o peixe utilize papel alumínio, envolvendo todo o peixe, mas antes de envolver o peixe, passar azeite para dar um sabor a mais e evitar que o papel alumínio grude no peixe
- Para verificar se o peixe está cozido, enfie um garfo no lombo do peixe, se entrar com facilidade, já está cozido e você pode retirar o papel alumínio e deixá-lo na brasa, ou se preferir pode fazer sem o papel alumínio, mas você terá que passar o azeite por fora do peixe e mantê-lo fora do alcance da brasa

Fonte: Eduardo Gomes

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce