Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Congresso debateu tecnologias da informação e comunicação no contexto escolar


 

3º Congresso Nacional em Educação e Tecnologias Digitais tem todas as vagas preenchidas

A abertura aconteceu na última quinta-feira (04) pela manhã no campus da Faculdade Panamericana de Ji-Paraná, região central do Estado de Rondônia. As 500 vagas oferecidas foram preenchidas por alunos, professores e profissionais das áreas de sistemas de informação e informática que puderam participar de palestras, oficinas, minissimpósios e apresentação de pôsteres fizeram parte da programação, durante os dois dias do congresso.

Durante o evento, o professor da Universidade Federal do Amazonas, Jackson Colares, em sua palestra abordou o tema do uso das tecnologias digitais no cotidiano e como as pessoas podem estar construindo estratégias para usar no processo de informação. "As novas tecnologias elas estão impostas, e a cada dia elas se integram dentro no nosso cotidiano e a gente usa a tecnologia até mesmo sem saber", ressaltou questionando como é que essas tecnologias entram nas práticas diárias, sobretudo na dos professores.

O diretor Executivo da UNIJIPA, Basílio Leandro de Oliveira, destacou que o evento visou proporcionar aos alunos das diversas instituições e aos docentes tudo o que há de mais moderno em inclusão digital e tecnologias em sala de aula. "Participando de um evento como este os educadores podem fazer uma reciclagem sobre como fazer uso da prática diária do ato de ensinar"

Entre as discussões sobre tecnologias da informação e comunicação dentro do contexto escolar, o evento focou projetos de inclusão digital desenvolvidos em comunidades indígenas da região. O professor indígena, Cacique Firmino Arara destaca a necessidade de estar 'antenado' na realidade do mundo. "Os alunos vão aprender, conhecer a realidade do mundo. Isso eu espero. Eu quero que os meus alunos aprendam a conhecer e saber como é que funciona a tecnologia nova. Isso não impede a nossa cultura indígena", destaca.

Representantes dos Ministérios da Educação e Cultura e das Comunicações também participaram do evento. Acadêmicos elogiam a iniciativa e aproveitam para melhorar seus currículos escolares. Para o acadêmico, Gleisson Pereira, é uma oportunidade para o currículo. "Submetendo os artigos a pesquisa científica como o meu que foi aprovado, já ajuda e torna-se uma bagagem para nosso futuro acadêmico", afirma.

O evento foi promovido pela Universidade Federal de Rondônia (Unir), em parceria com a Faculdade Panamericana de Ji-paraná (Unijipa) e a Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Ji-Paraná.

*Colaboração: Karina Quadros
  

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce