Porto Velho (RO) segunda-feira, 21 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Começa a greve em Cacoal - Servidores estão concentrados na praça municipal



Os servidores municipais de Cacoal iniciaram nesta quarta, 07, greve por tempo indeterminado no município de Cacoal. A contraproposta do Executivo não foi aceita pelo Sindicato que representa os servidores municipais. A prefeitura solicitou prazo de dois meses para uma nova negociação. Diante da proposta, os servidores municipais optaram pela greve durante a assembléia extraordinária no plenário da Câmara Municipal.

De acordo com o Sindicato, o Executivo alega que a arrecadação caiu nos meses subseqüentes à nova proposta, impossibilitando o reajuste. Contrariando tal afirmação, o Sindicato dos Servidores Municipais (SINSEMUC) alega que houve aumento de 15% na arrecadação, analisando as contas de 2009 em relação a 2010. “O que aumentou consideravelmente foi os gastos com aumento de portarias, gratificações criadas para grupos em detrimento do coletivo, sem a devida valorização ao servidor efetivo” destacou o presidente.

Adesão

Todos os setores da administração pública aderiram à greve. A Comissão esta visitando todos os postos de serviços, conscientizando os servidores. Apenas as escolas Maria Montessori e João de Deus Simplício, ambas da zona rural, Linha 10 e 14, e a Auta Raupp não aderiram ao movimento. Na zona urbana, nossa equipe não conseguiu apurar se alguma escola daria continuidade aos serviços educacionais.

O presidente do Sindicato, Edmar Rodrigues da Silva, enfatizou que tal medida foi tomada em virtude do impasse gerado pela não apresentação de uma contra proposta pelo executivo que atendesse aos interesses da classe servidora. Todos os setores do serviço público começam a aderir à greve visando o atendimento das reivindicações salariais da data base de 2008, 2009 e 2010. Atualmente o município de Cacoal conta com 2.100 servidores, sendo 1500 efetivos e 600 portariados.

O Sindicato informa, também, que a Comissão de Negociação dos Servidores Públicos municipais, nos termos do art. 11 da Lei 7.783/1989, se coloca a disposição da Administração Municipal para manter os serviços indispensáveis e inadiáveis das atividades definidas no art. 10 da 7.783/1989.

O Executivo apresentará ao Sindicato uma nova proposta nesta quarta. Na quinta, 08, será analisada e deliberada pelo sindicato, a partir das 19:30h, no auditório da Câmara Municipal.

Fonte: Paulo Henrique Silva
SRTE/RO 983 
rondoniainfoco

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce