Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Aquicultor divulga resultados surpreendentes



Foi com uma conversão de 1,211 quilo de ração para cada quilo de peixe que o aquicultor Leôncio Buzeli Moreira realizou a comercialização de mais uma despesca de tambaquis da sua propriedade em Mirante da Serra. Foram 17,307 toneladas de peixe vendidos a R$ 4,20, para o mercado consumidor de Manaus. Segundo Leôncio, esta conversão é surpreendente e se deve a forma de manejo que é adotada na sua propriedade.Aquicultor divulga resultados surpreendentes - Gente de Opinião

Todo o processo de produção dos tambaquis leva em torno de 12 meses, desde a compra do alevino, que chega a propriedade em média com 45 dias, ficando estocado durante seis meses, sendo três no berçário e três no tanque de juvenis, indo em seguida para engorda.

“Da última despesca para esta realizamos uma pequena alteração em relação ao espaço oferecido aos peixes. Anteriormente trabalhávamos com um peixe para cada dois metros quadrados de água, agora aumentamos este valor para dois metros e meio de água. A nossa última conversão já foi muito boa, cada 1,496 quilo de ração rendeu um quilo de carne. Agora conseguimos, no mesmo período de engorda, um rendimento bem melhor”, explicou Leôncio.

Segundo Leôncio, ao deixar os alevinos estocados por seis meses, entre berçário e juvenil, os animais pegam mais resistência e ao serem colocados para engorda o resultado é mais satisfatório. Em todo o processo o aquicultor utiliza a ração para peixe da Bigsal.

 “Procuramos estar sempre bem informados com o que há de mais atual em relação à produção de peixes. Temos uma atenção especial em relação à qualidade da água. Analisamos a água utilizada nos tanques, adequamos a quantidade ideal de calcário e adubos, para controlar a acidez, coloração e quantidade de algas, que também serve de alimentação para os peixes. Completando tudo isso, oferecemos a ração ideal para cada fase da criação, que é produzida pela Bigsal. Os números apresentados são incontestáveis e surpreendentes”, afirmou Leôncio.

O revendedor da Bigsal que atende a propriedade do senhor Leôncio, James Carlos da Silva Gomes, afirmou que a melhora da produção começou a aparecer há cerca de dois anos, após algumas mudanças implantadas no manejo e na alimentação dos tambaquis.

James acompanha toda a produção e orienta Leôncio durante o processo. A despesca do senhor Leôncio foi realizada na última semana e toda a sua produção foi adquirida por um comprador de Mirante da Serra que comercializa os peixes em Manaus.

Fonte: Adriana Albuquerque
 

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce