Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de setembro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Apicultores aguardam a finalização do Entreposto do Mel em Rolim de Moura



Os apicultores vinculados a associação de Apicultores Chapada dos Parecis (APIS) aguardam ansiosos pela inauguração do Entreposto do Mel, construído na Linha 188, km10, lado Norte, em Rolim de Moura. Iniciado no ano de 2008, sua inauguração está prevista para março deste ano.

O Entreposto visa aumentar a renda dos empreendedores da cadeia produtiva apícola, por meio da organização produtiva, inovação tecnológica, elevação da produção e abertura de novos mercados, enfocando o aprimoramento da gestão para ampliação da comercialização e o desenvolvimento sustentável do setor apícola da região. Atualmente 42 apicultores estão associados ao setor. O Entreposto do Mel é destinado aos apicultores que tenham vínculo com a Associação.

A importância do Entreposto ultrapassa os limites do município de Rolim de Moura, abrangendo toda a região da Zona da Mata, uma vez que todo o mel coletado na região será destinado ao entreposto de mel, para ser analisado, homogeneizado, envasado e rotulado.

Ocupando 160m² de área construída, com capacidade para processar três mil quilos de mel por dia, o Entreposto permitirá a ligação direta entre produtores e o consumidor final, eliminando o atravessador.

Com um investimento de R$ 79.250,00, firmado por meio de um convênio com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), mais uma contrapartida do Município, a Prefeitura de Rolim de Moura tornou real o sonho de diversos apicultores, construindo um local mais adequado para a execução desta atividade.

De acordo com o prefeito, Tião Serraia, a prefeitura também contribuirá com os aparatos necessários para a produção. “O Entreposto agregará mais valor ao produto, aumentando a renda das famílias que vivem do mel, por isso vamos investir mais R$27 mil para a adequação do projeto. Queremos vê-los produzindo”, declarou. 

certificação do S.I.F – Serviço de Inspeção Federal

Para que se possa garantir ao consumidor a qualidade do produto final, os produtos alimentícios, serão processados seguindo-se normas rigorosas de higiene, tanto das instalações, quanto do pessoal envolvido e dos equipamentos utilizados.

A qualidade da produção é assegurada pela certificação, através do selo de inspeção federal, conferindo ao consumidor a garantia de procedência do produto adquirido. Dando ainda, a liberdade de comercializar o produto em todo o território brasileiro.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Municípios

ANAC concede Certificado Operacional ao DER do Governo de Rondônia para o Aeroporto de Ji-Paraná

ANAC concede Certificado Operacional ao DER do Governo de Rondônia para o Aeroporto de Ji-Paraná

O Governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), recebeu da Agência Nacional de Aviação Civil (A

Inscrições em conferência sobre urbanização e envelhecimento saudável seguem abertas até sábado

Inscrições em conferência sobre urbanização e envelhecimento saudável seguem abertas até sábado

A Conferência Livre PVH50+, promovida por iniciativa do Centro de Estudos e Pesquisas de Direito e Justiça, selecionada pelo Ministério do Desenvolvi

Sine Municipal de Porto Velho realiza cadastro de jovens na Associação Luz do Alvorecer

Sine Municipal de Porto Velho realiza cadastro de jovens na Associação Luz do Alvorecer

Com o propósito de fazer o cadastro de jovens aprendizes para encaminhá-los ao primeiro emprego por meio da Intermediação de Mão de Obra (IMO), equipe

Empenhado: Buritis recebe R$ 800 mil para iluminação em LED, ciclofaixa e fabricação de bloquetes

Empenhado: Buritis recebe R$ 800 mil para iluminação em LED, ciclofaixa e fabricação de bloquetes

O presidente Alex Redano (Republicanos) confirmou a destinação de R$ 800 mil em recursos para Buritis, assegurados através de seu mandato junto ao G