Porto Velho (RO) sábado, 23 de outubro de 2021
×
Gente de Opinião

Municípios

Amorim pede pressa na regularização de garimpos


O deputado federal Ernandes Amorim (PTB) solicita amanhã (30), ao ministro das Relações Institucionais, Walfrido Mares Guia, uma audiência conjunta dos Ministérios das Minas e Energia, Meio Ambiente, Desenvolvimento Agrário, Justiça, Departamento Nacional de Produção  Mineral (DNPM) e Congresso Nacional, para regularizar as áreas de garimpo no país, inclusive em terras indígenas.

A solicitação será encaminhada pela Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados, da qual Amorim faz parte.

A minuta de um projeto que regulariza as áreas de garimpo em terras indígenas, lembra o deputado, já foi autorizada pelo presidente Luís Inácio Lula e só falta sua regularização. “Essa audiência conjunta terá o objetivo de ver, em cada pasta, o que se pode fazer para regularizar em lei essa atividade. Dessa forma vamos por fim a esse esbulho que ocorre, principalmente em Rondônia, acabar com prisões de trabalhadores garimpeiros, mortes, chacinas, contrabando de nossas riquezas que tanto prejudicam o Estado, o País, os garimpeiros, índios e toda nossa gente”, afirma Amorim.

O deputado reclama da lentidão do processo que se arrasta há anos, mas que o presidente Lula demonstrou interesse em resolver o problema. “Até para evitar despesas com tantas operações nas áreas, tanto na reserva Roosevelt onde a qualquer momento pode haver novos conflitos, quanto em outras áreas como no rio Madeira. Por isso, estamos recorrendo a todos esses Ministérios, para que nos ajudem a cumprir um compromisso social do próprio presidente”. afirma.

Celeridade
Amorim acredita na boa vontade política do presidente Lula e seus ministros e exemplifica que, recentemente, o DNPM disponibilizou uma área de sete mil hectares para atender 43 frentes de garimpeiros em Campo Novo, na grande Ariquemes, na extração de cassiterita, e outro lote já está em processo para cessão a outras frentes de garimpeiros organizados em cooperativas. “Com essa medida apenas, foram criadas condições de trabalho para muitos, o respeito por estarem dentro da legalidade e, também gerando riquezas e renda para o município, mais de meio milhão mensal, segundo estimativa do próprio DNPM”, afirma o parlamentar.

Fonte: Yodon Guedes

Mais Sobre Municípios

Busca ativa é realizada para solucionar pendências de documentação à regularização de imóveis nos bairros Calama e Paraíso em Porto Velho

Busca ativa é realizada para solucionar pendências de documentação à regularização de imóveis nos bairros Calama e Paraíso em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho encerra nesta sexta-feira (22), às 13h, uma ação de regularização dos imóveis localizados nos bairros Calama e Paraíso. O

Hildon Chaves defende a importância de projetos de sustentabilidade na Amazônia

Hildon Chaves defende a importância de projetos de sustentabilidade na Amazônia

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, participou na quinta-feira (21) da 300ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (CAS) da Superintendê

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Complexo Beira Rio será sede da Prefeitura de Cacoal

Visando por fim na antiga prefeitura no Centro de Cacoal, a atual administração está alterando a finalidade do Complexo Beiro Rio e levará, até o fi

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

Porto Velho avança para a última fase do Plano Municipal de Enfrentamento à pandemia

O avanço na aplicação das vacinas, a redução do número de internações e de novos casos da covid-19, fizeram com que Porto Velho avançasse da Fase Amar