Porto Velho (RO) terça-feira, 29 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

Amorim, Cassol, Neodi e Expedito se unem em favor dos moradores de Bom Futuro


 

Trabalhadores que moram e trabalham em parte da Floresta Nacional (Flona) Bom Futuro vão anunciar no próximo sábado (25), a decisão tomada em coletivo de permanecerem na área e não permitir a retirada de seus animais, como pretende uma força tarefa designada pelo Ministério do Meio Ambiente. A reunião para esse anúncio será realizada em Rio Pardo, um distrito dentro da Flona

Essa decisão, segundo informa o deputado federal Ernandes Amorim (PTB), tem o aval do governador Ivo Cassol (sem partido), do presidente da Assembléia Legislativa, Neodi Carlos (PSDC), boa parte dos deputados estaduais – Tiziu Jidalias (PMDB), Daniela Amorim (PTB), Euclides Maciel (PSDB) e Jair Mioto (PPS) -, do senador Expedito Junior (PR), do deputado federal Natan Donadon (PMDB), e os prefeitos Élson Montes (PR-Buritis) e Romeo Reolon (PMDB- Alto Paraíso) presentes à reunião realizada no CTG (Centro de Tradições Gaúchas) em Cujubim, no domingo passado, para discutir uma ação conjunta em favor das cerca das 5 mil famílias que vivem em três “áreas-cidades” e boa parte deles, anterior ao decreto de criação da Flona.

Os trabalhadores, segundo Amorim, querem a presença do ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, no encontro de sábado, e se propõem a firmar um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) para zelar e evitar desmatamento na Flona, sob a condição de permanecerem na área cuidando de seus rebanhos.

“Eles têm propostas e esperam uma adequação do Ministério do Meio Ambiente, pois não aceitam saírem de lá, já que não tem para onde ir, nem onde trabalhar. Temos lutado e tentado sensibilizar o Governo Federal para evitar uma tragédia que vem sendo anunciada. Não é isso que queremos e temos a certeza que encontraremos um caminho para evitar isso. Os moradores já tomaram essa decisão que de lá não arredam pé. O governador, o presidente da Assembléia, as bancadas estadual e federal estarão nessa reunião pedida por eles para uma tomada de posição conjunta”, afirma o parlamentar.

A força-tarefa formada por agentes da Polícia Federal, Força Nacional, Ibama e Instituto Chico Mendes, busca uma saída negociada dos moradores da Flona, mas segundo Amorim, só tem evoluído para uma clima de instabilidade na área.

Além dessa decisão dos moradores, o parlamentar conta que tem buscado outras alternativas para assegurar os direitos dos trabalhadores instalados em Bom Futuro, como a extinção do decreto que criou a Flona; substituição de uma área equivalente, e até os marcos corretos de demarcação, na Justiça, da Floresta Nacional, pois não se sabe ao certo onde se inicia nem onde termina. Outra medida jurídica que está em curso é o pedido do processo que deu origem a retirada dos moradores. Essa iniciativa é da deputada estadual Daniela Amorim que solicitou à Procuradoria da Assembléia Legislativa requeira o processo para apreciação das medidas de contestações.

Fonte: Yodon Guedes

Mais Sobre Municípios

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

Semana do Trânsito: Comitê encerra atividades comemorativas

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), coordenadora do Comitê Municipal de Segurança Viária, realizou na última sexta-feira (25) o encerramento d

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

Nota Pública - Paralisação do transporte urbano em Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), informa que foi confirmada a paralisaç