Porto Velho (RO) sábado, 19 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Municípios

200 mil pessoas são afetadas pelas enchentes



A chuva constante que atinge Rondônia provoca estragos em pelo menos 15 municípios, isolando 5 do restante do Estado. A enchente nos rios Muqui, Machado, Urupá e Jaru, eleva para 350, o número de famílias desabrigadas.


Daniel Panobianco
– A situação das enchentes em Rondônia é vista com preocupação por parte das autoridades locais. Alguns municípios vão decretar emergência junto à SEDEC (Secretaria Nacional de Defesa Civil), para conseguir ajuda o mais rápido possível.

Entre Costa Marques e Alvorada d' Oeste, a chuva constante elevou o nível de rios e igarapés causando enchente em diversos pontos. Em São Francisco do Guaporé, Seringueiras e São Miguel do Guaporé, ambos no vale do Guaporé, os pontos de atoleiro tomam conta de linhas de acesso, além de impossibilitar o tráfego na rodovia BR-429 que liga à Bolívia.

Em Alvorada d' Oeste, a situação já é de emergência, segundo a administração local. Toda a população está isolada do restante do Estado devido à enchente no rio Muqui, que corta a BR-429, próximo a divisa com Presidente Médici. O nível da água em alguns pontos subiu 3 metros provocando grandes estragos. Ao todo, as autoridades locais informam que mais de 30 pontes caíram no interior do município.

Em Pimenta Bueno, no centro-sul rondoniense, o nível do rio Barão de Melgaço está 1,10 metros2 metros acima do nível normal inundando sítios, chácaras e fazendas. acima do normal e já alaga comunidades ribeirinhas. Já o rio Pimenta, principal formador do rio Machado, está quase

Entre Cacoal e Ji-Paraná, o nível do rio Machado sobe sem parar. Somente em Ji-Paraná, o Corpo de Bombeiros local já contabiliza mais de 40 famílias desabrigadas ou desalojadas e cerca de 100 pessoas fora de suas casas. Ao meio-dia desta quarta-feira, o nível do rio atingiu 11,30 metros, segundo dados da ANA (Agência Nacional de Águas). O nível normal é de 9,37 metros.

Em Jaru, o rio de mesmo nome também transbordou obrigando a retirada de 12 famílias de áreas que ficaram alagadas na manhã de hoje. No interior do município, núcleos e distritos estão isolados onde o único meio de transporte agora é o barco.

As autoridades contabilizam que, somente no Vale do Guaporé, que compreende 5 municípios, cerca de 170 mil pessoas estão isoladas. Em Ji-Paraná, a população afetada pela enchente tende a aumentar muito até sexta-feira, pois voltou a chover forte no período da manhã. Ao todo, o município possui 12 mil pessoas que residem em áreas de risco entre as zonas rural e urbana.

A enchente também já começa a afetar o interior de Vale do Anari e Machadinho d' Oeste, com a mesma cheia de rio Machado. Várias fazendas e comunidades ribeirinhas já estão isoladas.

 

Mais Sobre Municípios

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Semusa promove ações de valorização da vida para profissionais de saúde

Setembro é o mês de intensificação das ações de prevenção ao suicídio através da campanha Setembro Amarelo. Em um ano de pandemia, com o isolamento

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor  Renê

Prefeitura de Rolim de Moura: Nota de pesar Doutor Renê

É com profunda tristeza que a prefeitura de Rolim de Moura (RO) comunica o falecimento do médico Renê Alfredo Delgadillo Salgueiro, vítima da COVID-

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

Doações do Imposto de Renda beneficia entidades sociais de Ji-Paraná

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolesce