Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Venezuela marca eleições legislativas para dezembro


 Da Agência Lusa  

O Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela marcou para 6 de dezembro eleições parlamentares no país."A data das eleições [parlamentares] é 6 de dezembro. O encerramento do registro eleitoral será dia 8 de julho e a apresentação dos candidatos deve ser feita entre 3 e 7 de agosto", disse hoje (22) a presidenta do conselho, Tibisay Lucena, em entrevista coletiva em Caracas.

Segundo Tibisay Lucena, a campanha eleitoral será entre 13 de novembro e 3 de dezembro. A marcação da data para as eleições parlamentares era uma exigência da oposição venezuelana, entre políticos e dezenas de estudantes, que chegaram a fazer greve de fome.

O recurso à greve de fome como forma de protesto foi iniciado pelo líder do Vontade Popular, Leopoldo López, e pelo presidente da Câmara Municipal de San Cristóbal, Daniel Ceballos, que estão presos. Outros opositores e um grupo do Juventude Ativa Venezuela Unida também se uniram ao movimento.

Segundo Tibisay Lucena, "em nenhum momento o Conselho Nacional Eleitoral deu sinais de que não haveria um processo eleitoral este ano" na Venezuela.

Ela disse que "pequenos grupos que pretendem impor a sua vontade" criaram "uma realidade virtual nas redes sociais", que não correspondia ao cronograma eleitoral. "Eles têm mentido sobre a data e o procedimento, criando tensão e tentando desprestigiar o conselho", afirmou.

Dados do Conselho Nacional Eleitoral da Venezuela relativos a março deste ano ihdicam que 19.406.404 eleitores estão inscritos para votar, entre eles 219.803 estrangeiros, um número que será atualizado posteriormente.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia