Porto Velho (RO) quarta-feira, 1 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Unicef cobra ações contra exploração sexual de crianças e adolescentes



O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) apresentou hoje (27) o abaixo-assinado Rompa o Silêncio!, durante o 3° Congresso Mundial de Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O documento, que já tem 7 mil assinaturas, ainda pode receber adesão pelo site do Unicef.

O abaixo-assinado pede medidas enérgicas de repressão e prevenção de casos de exploração sexual infantil e se comprometem a denunciar esse tipo de violência. As assinaturas serão entregues à presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Maria Luiza Moura Oliveira.

Também foi entregue hoje à ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, um dossiê elaborado pela Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da Câmara Legislativa do Distrito Federal sobre as denúncias recentes de exploração sexual de crianças na Rodoviária de Brasília. O documento foi entregue pelo Centro de Defesa da Criança e do Adolescente do Distrito Federal (Cedeca-DF).

Mariana Jungmann
Agência Brasil

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia