Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

UE anuncia 62 milhões de euros para refugiados da Síria



Da Agência Lusa

A Comissão Europeia anunciou hoje (3) que vai destinar 62 milhões de euros em ajuda humanitária para apoiar os sírios deslocados devido ao conflito no país, diante da deterioração das condições de segurança.

A comissão explicou que o novo financiamento é concedido em um "momento crítico" e vai servir para preparar o inverno e cobrir as necessidades básicas dos refugiados e dos centros de acolhimento, como cuidados de saúde, acesso a água potável, habitação e educação.

"Temos que continuar a ajuda humanitária para os sírios porque o inverno vai trazer dificuldades adicionais para os mais vulneráveis", afirmou o comissário europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, após uma visita à Jordânia e ao Líbano.

Stylianides disse, depois de visitar os dois países, que a ajuda europeia "faz e continuará a fazer a diferença", mas sublinhou que "a paz é a única solução que pode pôr fim à crise dos refugiados, uma crise humanitária".

A Comissão Europeia já tinha anunciado um financiamento de 43 milhões de euros para o Líbano e de 28 milhões para a Jordânia.

Ao todo, 133 milhões de euros em ajuda humanitária adicional serão destinados, este ano, à Síria, ao Líbano e à Jordânia.

Os fundos adicionais procedem dos 200 milhões de euros de ajuda humanitária adicional para este ano, propostos pela Comissão em 23 de setembro.

O objetivo é apoiar o trabalho da agência das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) e do Programa Alimentar Mundial (PAM) e de outras organizações que trabalham em terra na assistência aos refugiados.

A UE é o principal doador para a crise na Síria, com mais de 4.200 milhões de euros em ajuda ao desenvolvimento e assistência económica e para a estabilização

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia