Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

'The Economist' discute na capa liderança de Lula e Chávez na AL


Agência O GloboA capa estampa uma foto dos dois líderes juntos num momento de intimidade e descontração. Chávez envolve Lula com um dos braços e os dois sorriem - cada um com a bandeira de seu país presa à lapela.Na manchete, a revista pergunta: "Quem lidera a América Latina?". A reportagem, que abre lembrando o respaldo moral com o que o líder político de origem humilde foi eleito no Brasil há quatro anos, é acompanhada por um longo texto sobre as realizações econômicas do governo Lula."Ame Lula se você é pobre, tema se você não for", diz o título da matéria.A reportagem enumera os benefícios econômicos de seu governo para a população de baixa renda - como o aumento da renda, do nível de emprego e a queda da inflação e da taxa de pobreza - e lembra que 57% dos eleitores que ganham até R$ 700 votarão pela reeleição.Mas a revista pondera os avanços listando os problemas do país que ainda estão por serem resolvidos e lembrando que o crescimento econômico brasileiro foi menor do que o de outros países emergentes."A lista de reformas necessárias para animar a economia não é muito menor do que a de quando Lula assumiu o posto em 2003", diz a revista, citando as propostas de reforma política e de autonomia ao Banco Central.O texto cita ainda os escândalos de corrupção (entre eles o do dossiê contra os tucanos), o atraso na educação e o aumento da criminalidade. A missão de sanar essas lacunas, aumentar os investimentos e, ao mesmo tempo, conter o apetite do governo para gastos é apresentada como uma tarefa impossível.A revista diz que Lula não é o agente ideal para determinadas mudanças, já que ele e seu partido têm alianças com os pobres, aqueles que se beneficiam de um Estado generoso, funcionários públicos e trabalhadores sindicalizados."Alguns dos erros do governo podem ser encontrados na falsa noção de que o que é bom para um é bom para outro, o que não surpreende dado que Lula, nascido pobre, virou um sindicalista".A reportagem também cita a proposta de um pacto nacional para pôr as reformas em prática depois das eleições e diz que o preço por tentar "sujar (a imagem de José) Serra ameaça atrapalhar seu governo antes mesmo de este começar. O preço poderiam ser mais quatro anos de performance abaixo da média".

Mais Sobre Mundo - Internacional

Argentina: greve geral atinge vários setores e envolve sociedade civil

Argentina: greve geral atinge vários setores e envolve sociedade civil

É a 3ª paralisação em dois anos e meio do governo Mauricio Macri

Na próxima quinta-feira, Consistório para a criação de novos cardeais

Na próxima quinta-feira, Consistório para a criação de novos cardeais

Papa Francisco presidirá o Consistório Ordinário Público para a criação de novos cardeais e celebrará a Eucaristia da Solenidade dos Santos Apóstolos

A partir de hoje, mulheres sauditas ganham direito de dirigir

A partir de hoje, mulheres sauditas ganham direito de dirigir

Fim da proibição foi anunciada em junho pelo rei Salman bin Abdulaziz

ONU Mulheres condena assédio promovido por brasileiros na Rússia

ONU Mulheres condena assédio promovido por brasileiros na Rússia

Para a entidade, repercussão dos fatos mostra consciência do problema