Porto Velho (RO) quarta-feira, 1 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Secretário-geral da ONU apela à calma em Jerusalém e na Cisjordânia



Da Agência Lusa

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, alertou hoje (4) para a escalada da violência em Jerusalém e na Cisjordânia e pediu calma na região.

Por intermédio de um porta-voz, Ban Ki-Moon condenou a violência que levou à morte de dois israelenses na Cidade Velha de Jerusalém durante um ataque com arma de fogo e faca cometido por um palestino e que causou ainda ferimentos em uma mulher e em uma criança.

“Recordando o recente ataque a uma família israelense na zona ocupada da Cisjordânia, em uma onda de violência e extremismo que atingiu a região, o secretário-geral da ONU está profundamente preocupado com os últimos acontecimentos, que indicam uma escalada da violência", disse o porta-voz.

Ban-Ki-moon manifestou-se extremamente preocupado com as declarações de militantes palestinos, em particular do Hamas. “É urgente que os líderes condenem a violência e os incidentes, mantendo a calma e fazendo tudo para evitar uma escalada da violência”, salientou.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia