Porto Velho (RO) sábado, 4 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Se coalizão russa falhar, Síria será destruída, diz Assad



Da Agência Ansa

O presidente sírio, Bashar Al Assad, afirmou que, se os ataques aéreos liderados pela Rússia fracassarem, seu país pode ser "destruído" pelos extremistas. "A coalizão formada pela Rússia, Síria, pelo Irã e Iraque deve vencer, ou a região será destruída", disse Assad em entrevista à emissora iraniana Khabar TV.

Acusando o Ocidente de usar o "terrorismo para subjugar a região", Assad destacou que os quatro países terão "resultados práticos" em vez da coalizão liderada pelos Estados Unidos.Porém, o líder sírio disse não descartar uma renúncia - como querem os norte-americanos - caso isso encerre o conflito com os extremistas. "Se deixar minha posição é a solução, não hesitarei em fazer. Apoiamos qualquer decisão política paralela à luta contra o terrorismo."

Elogiando a postura da Rússia, histórica aliada de seu país, Assad afirmou que "os russos jamais buscaram impor alguma coisa, especialmente nesta crise".

O presidente também afirmou não entender a postura da Europa "que, de um lado, dispara contra os refugiados sírios e com outra mão dá a eles comida", em uma referência àqueles que fogem do país para buscar uma vida melhor no continente europeu.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia