Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Sarkozy classifica de tragédia nacional ataque escola judaica


Renata Giraldi*
Agência Brasil


Brasília – O presidente da França, Nicolas Sarkozy, classificou hoje (19) como “tragédia nacional” o ataque à escola judaica Ozar Hatorah, na cidade de Toulouse, no Sudoeste do país. No ataque, morreram quatro pessoas – três crianças e um adulto – e duas ficaram gravemente feridas. Sarkozy disse que as autoridades francesas farão “tudo para encontrar” o autor dos disparos, que fugiu do local de motocicleta.

Ele visitou hoje a escola e fez um minuto de silêncio em homenagem às vítimas. “São as nossas crianças. Não são só as crianças de vocês, são também as nossas”, disse Sarkozy. “No território da França não se assassinam assim crianças sem pagar pelas consequências. Hoje é um dia de tragédia nacional.”, acrescentou.

Para o presidente do Congresso Judaico Europeu, Moshe Kantor, o ataque ocorrido nesta manhã é um exemplo de crime religioso. “Tudo indica que se trata de um ataque premeditado, com a intenção de assassinar crianças judias. Quem quer que o tenha feito quer atacar a comunidade judaica no seu ponto mais fraco, sua juventude, para espalhar o medo pela comunidade”, disse.

Kantor lembrou que a história do povo judeu passa pelo combate e pela resistência. “Os judeus europeus, em geral, e os de França, em particular, têm um longo histórico de resistência ao ódio e à violência”, disse. Segundo ele, é fundamental reforçar a educação contra o antissemitismo, a intolerância religiosa e o racismo.

O subdiretor do Centro Rabínico Europeu, com sede em Bruxelas, na Bélgica, Aryeh Goldberg, cobrou das autoridades francesas uma resposta efetiva e por meio da Justiça. “Se há pessoas que querem assustar a comunidade judaica para que seja submissa, a nossa resposta será mostrar a eles que não nos dobram, pelo contrário”, disse.

Na relação de mortos no ataque de hoje estão o professor de religião Jonathan Sandler, dois filhos dele, de 3 e 6 anos, e um terceiro aluno, de 10 anos. Na semana passada, três militares foram mortos em Toulouse e Montauban. Os policiais franceses investigam a possibilidade de crime religioso.


*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa // Edição: Juliana Andrade
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe