Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Rússia entregará novo sistema de defesa antimísseis



Da Sputnik

O Ministério da Defesa da Rússia deverá receber o novo sistema de defesa antimísseis de curto alcance Sosna na metade do próximo ano. O vice-chefe da empresa fabricante, Sergei Ignatov, disse à agência de notícias RIA Novosti nesta quarta-feira (9) que as provas finais do complexo estão marcadas para o início de 2016.

“Precisamos apresentar o sistema de Ministério da Defesa no meio do ano, em seguida assinaremos um contrato com o órgão militar”, afirmou Sergei Ignatov durante a exposição de armas do Golfo Defesa e Aeroespacial, no Kuwait.

De acordo com ele, o sistema foi desenvolvido em conformidade com as necessidades do Ministério da Defesa russo e a distância do novo sistema de lançamento duplicou em comparação com o anterior, o Strela, passando de cinco quilômetros para dez quilômetros.

O Sosna pode eliminar todos os tipos de ameaças aéreas, incluindo armas de alta precisão, como mísseis de cruzeiro e mísseis guiados contra aeronaves. Os testes preliminares foram concluídos com êxito total no ano passado. Uma grande quantidade de países do Sudeste Asiático e do Oriente Médio já demonstraram interesse no sistema.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Portugueses Apostaram cerca de 1 Bilhão de Euros em Cassinos Online no 1º trimestre de 2020

Portugueses Apostaram cerca de 1 Bilhão de Euros em Cassinos Online no 1º trimestre de 2020

Os portugueses chegaram a marca de 1 bilhão de euros em apostas em cassinos online nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2020, segundo informaç

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a