Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Resultados indicam 2º turno em eleições na Guatemala


Da Agência Brasil*

Gente de Opinião

A população vai escolher novos presidente, vice-presidente e deputados
para os próximos quatro anosEPA/Esteban Biba/Agência Lusa/Direitos Reservados

A tendência das votações na Guatemala indica um segundo turno, de acordo com resultados preliminares divulgados hoje (7), após apuração de 64,68% das mesas eleitorais. O candidato Jimmy Morales tem vaga garantida no segundo turno, previsto para 25 de outubro, mas ainda não se sabe se seu rival será Manuel Baldizón ou Sandra Torres.

Morales, da Frente de Convergência Nacional, tem 26,64% dos votos contabilizados, seguido de Baldizon, o Líder, com 17,88%. Sandra Torres, da Unidade da Esperança, tem 16,89% do total.

Segundo o boletim mais recente, foram apurados aproximadamente 3,2 milhões de votos válidos, 157.345 em branco, 131.288 nulos e 1.777 impugnados. O presidente do Tribunal Supremo Eleitoral do país, Rudy Pineda, pediu cidadania e calma na espera dos resultados definitivos.

Mais de 7,5 milhões de eleitores da Guatemala foram às urnas ontem (6) em meio a uma crise política. O presidente e a vice-presidenta eleitos em 2011, Otto Pérez Molina e Roxana Baldetti, estão presos por corrupção. Pérez renunciou na última quinta-feira (3) e o país tem um governo de transição, chefiado por Alejandro Maldonado.

Além de presidente e vice-presidente, os eleitores vão escolher 158 deputados para o Congresso, 20 para o Parlamento Centro-Americano e 338 corporações municipais. Os candidatos eleitos devem tomar posse no dia 14 de janeiro para um período de quatro anos.

*Com informações da Prensa Latina e Ansur

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia