Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

PSA anunciará dez mil demissões na Europa em maio


Agência O Globo PARIS - A revista francesa "Capital" afirmou que o grupo automobilístico francês PSA Peugeot Citroën prevê uma reestruturação que representará a demissão de 10 mil funcionários na Europa, mas não o anunciará até depois das eleições presidenciais na França. O PSA reagiu a esta informação, divulgada a pouco mais de 36 horas da abertura dos colégios eleitorais para o primeiro turno do das eleições no país, afirmando que não há nenhum plano de reestruturação previsto na empresa. O semanário econômico francês, que não divulgou suas fontes, assinalou em sua página de internet que a eliminação desses 10 mil postos de trabalho no PSA e em seus fornecedores seria uma questão de "sobrevivência" para o grupo francês, uma expressão que põe na boca de seu presidente, Christian Streiff. De acordo com a versão, Streiff negociou com o Governo francês o calendário do anúncio do ajuste para que não coincidisse com a campanha para o pleito presidencial. Assim o Executivo concordou em ajudar os fornecedores da montadora, mediante um plano que inclui a apresentação de um requerimento perante a Comissão Européia para que os fabricantes de autopeças possam receber ajudas européias "para as vítimas da globalização". Em troca, Streiff se comprometeu com o ministro de Relações Trabalhistas, Gérard Larcher, para que a notícia das demissões não coincidisse com a campanha, por causa do efeito que poderia ter. A "Capital" assinalou que na França, o plano de reestruturação ameaçava as fábricas de Aulnay, nos arredores de Paris, e a de Rennes. Também disse que o PSA Peugeot Citroën não pode esperar que o pleito legislativo francês - que deve acontecer nos dias 10 e 17 de junho - termine, porque o plano deve ser posto em prática no primeiro semestre. E por isso, segundo uma declaração atribuída à empresa sem mais especificação, "o ideal seria anunciar estas supressões de emprego depois do segundo turno das presidenciais". O grupo francês acaba de aplicar um plano de demissões de 10 mil empregos na Europa ocidental, dos quais entre 7 mil e 8 mil são na França, para enfrentar uma redução das vendas e de sua rentabilidade na região. O PSA Peugeot Citroën conta com uma equipe de 210 mil pessoas no mundo, 120 mil delas na França.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Portugueses Apostaram cerca de 1 Bilhão de Euros em Cassinos Online no 1º trimestre de 2020

Portugueses Apostaram cerca de 1 Bilhão de Euros em Cassinos Online no 1º trimestre de 2020

Os portugueses chegaram a marca de 1 bilhão de euros em apostas em cassinos online nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2020, segundo informaç

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a