Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de agosto de 2022
..
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Potências econômicas adiam decisão sobre ação na Líbia



Da Agência Lusa

Agência Brasil, Brasília – A proposta de intervenção militar na Líbia não tem consenso entre as maiores potências mundiais, reunidas no G8 - os Estados Unidos, a Rússia, Alemanha, o Reino Unido, a Itália, o Canadá e Japão. A conclusão é do ministro das Relações Exteriores da França, Alain Juppé. Segundo ele, houve um jantar entre os representantes do G8, sem consenso em torno da sugestão.

Os parceiros do G8, porém, concordaram que devem ser adotadas medidas para a aplicação de sanções à Líbia. Também decidiram buscar o apoio dos países árabes e africanos para adotar as ações. Mas não houve definição sobre essas medidas.

Os representantes da França e da Inglaterra propuseram o debate sobre a imposição de uma zona de exclusão aérea ou de interdição, na tentativa de fragilizar os embates liderados pelas forças do presidente Muammar Khadafi.

“Não temos hoje os meios militares porque a comunidade internacional não decidiu adotar esse mecanismo”, afirmou Juppé. “Se tivéssemos usado a força militar na semana passada para neutralizar um certo número de bases aéreas e de algumas dezenas de aviões de que Khadafi dispõe, talvez a inversão desfavorável aos rebeldes não tivesse acontecido.”

 

VOCÊ PODE GOSTAR

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe