Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Polícia mata suspeito em aeroporto de Paris



Da Agência Lusa

Um homem foi morto hoje (18) no aeroporto de Orly, em Paris, pelas forças policiais, depois de ter roubado uma arma de um militar do serviço de vigilância antiterrorista, anunciou o Ministério do Interior francês.

A mesma fonte afirmou que não há feridos e, segundo testemunhas, o aeroporto começou a ser evacuado depois do incidente. Entretanto, o tráfego aéreo foi "completamente interrompido no aeroporto de Orly", anunciou uma fonte da aviação civil, citada pela Agência France Presse.

"Um homem tomou uma arma de um militar e depois refugiou-se numa loja do aeroporto antes de ser morto pelas forças de segurança", declarou um porta-voz do Ministério do Interior.

O aeroporto de Orly foi evacuado após o incidente por medida de segurança, para a polícia investigar se não havia  vestígio de explosivos ou outro tipo de ameaça. Os setores do terminal estão sendo reabertos aos poucos. A polícia considerou o incidente algo "extremamente grave". Vários voos tiveram que ser desviados em razão do incidente. A identidade do homem morto ainda é desconhecida.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia