Porto Velho (RO) sábado, 28 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

PERU: ÍNDIOS PROTESTAM NA AMAZÔNIA


 
PERU: PRESIDENTE DA PERENCO ENCONTRA O PRESIDENTE DO PERU ENQUANTO ÍNDIOS PROTESTAM NA AMAZÔNIA 

Enquanto os índios protestavam na Amazônia em contra da invasão das empresas petrolíferas nos seus territórios, o presidente da empresa Anglo-Francesa Perenco informou ao chefe de estado peruano que irá investir $2 bilhões no país. PERU:  ÍNDIOS PROTESTAM NA AMAZÔNIA  - Gente de Opinião

Os protestos abarcaram um bloqueio do rio Napo, um grande afluente do rio Amazonas. De acordo com algumas fontes, ao menos dois cargueiros, incluindo um pertencente à Perenco, conseguiram quebrar o bloqueio do rio Napo, supostamente levando a três tiros disparados em direção aos índios que os tentavam seguir.

E ao mesmo tempo, o presidente da Perenco, Francois Perrodo, e o presidente do Peru, Alan Garcia, se encontravam no palácio presidencial de Lima. Perenco se comprometeu em investir $2 bilhões no Peru, mas afirmou que o seu projeto petrolífero, em uma área habitada por pelo menos duas das últimas tribos isoladas do mundo, vai se atrasar em ser implantado.

A Survival exigiu anteriormente que a empresa abandonasse o projeto, já que os índios isolados que moram nessa área, conhecida como o lote 67, poderão, como conseqüência, ser dizimados.

O diretor da Survival, Stephen Corry, declarou hoje: “Enquanto Garcia e Perrodo apertam as mãos e fecham um negócio de bilhões de dólares no palácio central, centenas de quilômetros de lá estaão os índios protestando em contra do governo e da invasão dos seus territórios pelas empresas. A cronometragem da Perenco não poderia ter sido pior”.  CLIQUE PARA VER FILME

Fonte: Survival International

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia