Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Pelo menos 20 guerrilheiros das Farc são mortos


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – Pelo menos 20 guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) foram mortos durante um ataque do Exército colombiano a um dos acampamentos do grupo, na região de Nariño. O coronel Luis Emilio Cardoso, da Brigada 23 do Exército, disse apenas que é o Ministério Público que está encarregado de prestar informações. O ataque ocorre no momento em que as Farc e o governo colombiano negociam um acordo de paz.

O ataque ocorreu há dois dias, no município de Ricaurte, perto da fronteira com o Equador, no Sudoeste da Colômbia. Os militares disseram ainda que Guillermo Pequeño, apontado como um dos líderes das Farc na região, foi morto.

Nesse domingo (2), o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, admitiu que as negociações dos primeiros acordos com as Farc deverão ser concluídas apenas em novembro de 2013. Os representantes do governo e das Farc iniciaram, em 18 de outubro, em Oslo, na Noruega, as negociações de paz que pretendem acabar com um conflito armado que dura cerca de meio século.

As negociações foram transferidas para Havana, em Cuba. Representantes dos governos de Cuba, da Noruega, do Chile e da Venezuela fazem a mediação das conversas. A estimativa é que, em 48 anos de existência, as Farc reúnam aproximadamente 9.200 guerrilheiros.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia