Porto Velho (RO) domingo, 29 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

ONU apela à Coreia do Norte para evitar provocações


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, apelou hoje (8) às autoridades da Coreia do Norte para que evitem fazer "novas provocações". A reação dele ocorre após a advertência do governo da Coreia do Sul sobre a possibilidade de a Coreia do Norte promover o quarto teste nuclear. "Peço urgentemente que não tomem medidas que sejam novas provocações", disse Ki-moon.

Ele lembrou que este é um "apelo urgente e honesto da comunidade internacional". Acrescentou que "a República Popular Democrática da Coreia [Coreia do Norte] não pode continuar assim, não pode continuar a confrontar e a desafiar a autoridade do Conselho de Segurança da comunidade internacional".

Em fevereiro, a Coreia do Norte promoveu seu terceiro ensaio nuclear, que gerou uma condenação da comunidade internacional e o aumento das sanções por parte da ONU. A iniciativa também provocou o agravamento das tensões com a Coreia do Sul e reações dos Estados Unidos.

Informações dos serviços secretos dos Estados Unidos e da Coreia do Sul indicam que a Coreia do Norte prepara dois mísseis, de médio alcance, em lançadores móveis na Costa Oriental do país, com a intenção de testá-los antes do aniversário do líder fundador norte-coreano Kim Il-Sung, em 15 de abril. Os testes nucleares da Coreia do Norte ocorreram em 2006, 2009 e 2013.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia