Porto Velho (RO) sexta-feira, 19 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Olimpíadas: Londres promove exercícios militares


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília - Ao longo desta semana serão feitos vários testes de segurança em Londres, capital da Grã-Bretanha, para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, que ocorre de 27 de julho a 12 de agosto. Em janeiro, autoridades fizeram vários exercício de segurança na região do Rio Tâmisa, na capital britânica. Os testes devem ser feitos em cinco locais para a instalação de mísseis terrestres – que serão usados como escudo para a cidade no caso de algum ataque aéreo.

O teste de segurança começa amanhã (2) e durará oito dias. No período, serão testados mecanismos de defesa na terra, na água e no ar. "A maior parte do exercício será feita diante do público e eu espero que tenha o efeito secundário de reafirmar ao povo britânico que todo o possível está sendo feito para garantir a segurança dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos", disse o secretário de Defesa do governo britânico, Philip Hammond.

Hammond salientou que a tarefa é importante para as forças de segurança em 2012. “O exercício pretende forçar nossa equipe e nossos sistemas ao limite, para garantir que estejamos preparados para o desafio."

O Ministério da Defesa da Grã-Bretanha infirmou ainda que não há definição sobre a instalação dos mísseis terrestres. No entanto, cinco localidades já foram anunciadas para abrigá-los: dois a leste, um a nordeste e o quarto a sudeste de Londres. O comandante Nick Parker, que participa da organização da segurança dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, disse que a decisão será tomada "no mais alto nível político" do país. Segundo ele, o exercício, que começará no dia 2, será fundamental para que se possa decidir a questão.

O exercício envolverá manobras navais e aéreas em diversas partes não só de Londres, mas também do litoral da Inglaterra. O navio de guerra HMS Ocean, portando diversos helicópteros Royal Navy Lynx, será enviado para a região de Greenwich, no Rio Tâmisa, a leste de Londres.

A Marinha também enviará o HMS Bulwark aos portos na baía de Weymouyth e Portland, no litoral Sudoeste da Inglaterra, a 200 quilômetros de Londres. Caças RAF Typhoon serão posicionados em Northolt, vizinhança no oeste de Londres, enquanto na área de Ilford, no leste da cidade, abrigará helicópteros RAF Puma.

*Com informações da BBC Brasil
 

VOCÊ PODE GOSTAR

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe