Porto Velho (RO) domingo, 29 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Oceanos estão absorvendo menos CO2, diz estudo


Os oceanos podem estar perdendo capacidade de absorver dióxido de carbono, alerta uma pesquisa da Universidade de East Anglia, na Inglaterra.

Durante dez anos, os cientistas avaliaram a absorção oceânica de CO2 – gás que causa o efeito estufa – através de equipamentos instalados em mais de 90 mil navios mercantes que cruzaram o Atlântico norte.

Os resultados mostraram que a absorção de carbono se reduziu pela metade entre os anos 1990 e 2005.

Para os cientistas, a redução na capacidade dos oceanos de absorver os gases que causam o efeito estufa pode piorar o aquecimento global.

Dúvidas

As descobertas, publicadas na revista científica Journal of Geophysical Research, foram consideradas surpreendentes pelos cientistas, que se disseram ainda preocupados com a hipótese de, no futuro, os oceanos ficarem saturados com emissões.

De todo o CO2 lançado na atmosfera, metade é absorvida pelos oceanos e vai parar em reservatórios naturais de carbono, como os oceanos e as florestas.

O repórter de Meio Ambiente da BBC Roger Harrabin, disse que os pesquisadores não sabem se o fenômeno se deve à mudança no clima ou a variações naturais.

"Como esta medição nunca foi feita antes, não sabemos em que medida o oceano mudou no passado. De maneira geral, imaginamos que o oceano absorve dióxido de carbono à mesma taxa todo o tempo", disse à BBC um dos autores do estudo, o professor Andrew Watson.

"O que se demonstrou é que isso não acontece. Duvidamos que essa mudança se deva inteiramente à ação do homem – achamos que se deve pelo menos em parte a uma oscilação natural, que pode ser revertida. Mas não sabemos em que medida."

Fonte: BBCBrasil

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia