Porto Velho (RO) quarta-feira, 1 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

OCDE projeta crescimento econômico maior para eurozona e Japão, mas revê estimativa para EUA


Agência O Globo SÃO PAULO - O crescimento econômico mundial deve continuar à frente, indicou a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em seu relatório Perspectivas Econômicas. A situação econômica atual está, de muitas maneiras, melhor do que a verificamos em anos, destacou o economista-chefe do organismo, Jean-Philippe Cotis. Nossa projeção central continua sendo favorável: um pouso suave nos Estados Unidos, uma recuperação forte e sustentada na Europa, uma trajetória sólida no Japão e uma atividade vigorosa na China e Índia, emendou.A OCDE projeta um crescimento de 2,7% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2007 para seus integrantes, que compreendem 30 países desenvolvidos, ante os 2,5% projetados no fim de novembro último. Para 2008, a previsão também é de expansão de 2,7%.Neste ano, a economia dos Estados Unidos deve ter aumento de 2,1%, menor do que o aguardado antes, de 2,4%. A zona do euro deve apresentar incremento de 2,7%, acima dos 2,2% previstos originalmente, e a economia japonesa deve ampliar-se 2,4% em vez de 2%. Nos 12 meses à frente, a OCDE calcula que os Estados Unidos cresçam 2,5% e não 2,7% como o estimado inicialmente. A zona do euro deve apresentar expansão de 2,3%, sem modificação, e o Japão, de 2,1%, em lugar de um incremento de 2%.O organismo sustentou, porém, que existem alguns riscos para o crescimento firme e sustentado, como os desequilíbrios nos mercados financeiro e imobiliário. (Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia