Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Nova York aprova lei para restringir posse de armas


Da BBC Brasil

Agência Brasil, Brasília - O estado de Nova York aprovou o que é atualmente uma das leis mais rígidas para regular a posse de armas de fogo e munição nos Estados Unidos e o primeiro estado a restringir tal acesso desde o ataque na escola de Newtown, em Connecticut, quando um atirador matou 26 crianças e seis adultos.

Tanto democratas como republicanos votaram a favor da lei que limita em sete o número de balas em cada cartucho.

Além disso, a legislação limita o acesso a rifles de ataque e introduz checagens mais severas para evitar que pessoas com problemas mentais adquiram armamentos.

Ao sancionar a lei, o governador do estado, Andrew Cuomo, disse que o "bom-senso pode vencer".

Para os críticos, que esperavam medidas ainda mais rígidas, a legislação não contempla de forma suficientemente severa as armas menores, como revólveres e pistolas.

A NRA, associação americana de fabricantes de armas, classificou as regras como "draconianas" e descartou impacto sobre a segurança pública.

As novas regras foram aprovadas um dia antes de o presidente Barack Obama revelar as propostas de lei que a Casa Branca passa a defender. Estima-se que o pacote de medidas sofra forte oposição no Congresso.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia