Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Nos próximos dias, Obama se dedicará à América Latina ao receber Dilma e o presidente do México


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – Os primeiros dias de abril do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, serão dedicados à América Latina. Nos próximos dias 9 e 10, ele receberá a presidenta Dilma Rousseff, que fará sua primeira visita oficial ao país. Antes, o norte-americano se reúne com o presidente do México, Felipe Calderón. As conversas estão marcadas para hoje (2) em Washington, capital dos Estados Unidos.

Obama disse que pretendia se reunir com os líderes políticos da região antes da Cúpula das Américas, em Cartagena das Índias, na Colômbia, nos dias 14 e 15 deste mês. Em junho, no México, ocorrerá o encontro do G20 (grupo que reúne as 20 maiores economias do mundo).

Além de Dilma e Calderón, Obama deve se reunir com o primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harper. Em pauta, temas como a crise econômica internacional, energia, segurança e discussões sobre o tráfico de drogas e imigração.

Na Cúpula das Américas, um dos temas em debate é a a exclusão de Cuba do evento. Os presidentes Hugo Chávez (Venezuela), Rafael Correa (Equador) e Evo Morales (Bolívia) reagem à medida e prometem colocar o assunto em discussão.

Há mais de meio século, Cuba e os Estados Unidos têm relações diplomáticas rompidas, sendo que os cubanos estão submetidos a rigoroso embargo econômico, comercial, financeiro e bancário pelos norte-americanos. Ao assumir o governo, Obama disse que lançaria um “novo começo” nas relações entre os dois países. O Brasil e a maioria dos países latino-americanos defendem o fim do bloqueio a Cuba.

*Com informações da agência estatal de notícias de Cuba, PrensaLatina//Edição: Graça Adjuto
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia