Porto Velho (RO) quarta-feira, 1 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Mursi e colaboradores estão detidos


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília – Deposto pelas Forças Armadas, o presidente do Egito, Mouhamed Mursi, está detido por militares no Clube da Guarda Presidencial Republicana, segundo integrantes da Irmandade Muçulmana, organização política que apoiava o regime. Mursi e assessores diretos foram detidos ontem (3) após a deposição do governo.

“Mursi e sua equipe estão sob detenção no Clube da Guarda Presidencial Republicana”, disse Gehad El Haddad, filho de Essam El Haddad, apontado como um dos principais colaboradores do presidente deposto e que também está detido.

Ontem (3), o chefe das Forças Armadas, general Abdel Fattah Sisi, anunciou que o presidente do Conselho Constitucional, Adly Mansour, assume a liderança do país. A Constituição foi suspensa e serão antecipadas eleições presidenciais. Mursi foi eleito há apenas um ano. Em maio, o presidente deposto visitou o Brasil.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia