Porto Velho (RO) sexta-feira, 10 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Mubarak terá novo julgamento


Da Agência Lusa

Brasília - O Tribunal de Recurso do Egito revogou hoje (13) a sentença contra o ex-presidente do país Hosni Mubarak, condenado à prisão perpétua pela morte de manifestantes, e ordenou novo julgamento.

Mubarak, de 84 anos, governou o Egito durante três décadas e foi forçado a deixar o poder em fevereiro de 2011, sob pressão popular e manifestações de protesto durante 18 dias.

Em 2 de junho do ano passado, ele foi condenado à prisão perpétua pela repressão à revolta popular contra o seu governo, que provocou centenas de mortos.

O tribunal decidiu ainda aceitar os recursos apresentados pelo ex-ministro do Interior Habib Al Adli, os dois filhos Alaa e Gamal e seis responsáveis pelos serviços de segurança.

O julgamento vai ser repetido em um tribunal penal e, enquanto isso, os acusados vão permanecer em prisão preventiva, à exceção dos antigos assistentes de Al Adli, que estão em liberdade, de acordo com a agência de notícias estatal Mena.

A defesa do ex-presidente alega que o tribunal que emitiu a sentença contra Mubarak não se apoiou em provas suficientes.

Desde 27 de dezembro que Mubarak está no Hospital Militar de Maadi, devido aos ferimentos sofridos na cabeça e no peito em decorrência de uma queda no banheiro da prisão de Tora.

No início deste ano, uma comissão de inquérito criada pelo atual presidente egípcio, Mohamed Mursi, apresentou os resultados da investigação sobre a morte de manifestantes e forneceu novas provas de que Mubarak viu pela televisão o que ocorreu.

De acordo com a comissão, isso prova que o ex-presidente teve responsabilidade direta na morte de manifestantes, porque testemunhou o que aconteceu.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia