Porto Velho (RO) quarta-feira, 1 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Morales proíbe exportações da Petrobras Bolívia


Agência O Globo LA PAZ - O presidente da Bolívia, Evo Morales, assinou decreto neste domingo que determina o afastamento da Petrobras das atividades de exportação de petróleo e gasolina. Com a medida, a estatal boliviana YPFB retomou o monopólio da exportação desses produtos, produzidos pelas refinarias do país andino. O anúncio foi feito pelo próprio Morales em um ato em La Paz. - Com o decreto, a Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) será o único exportador (dos produtos) - disse Morales, acrescentando que o país receberá receitas adicionais de US$ 200 mil por dia, em média. "A partir desta data, YPFB será o único exportador de petróleo e gasolinas", diz o documento que se aplica também às outras empresas de refino que operam no país. Até então, as próprias petrolíferas podiam vender sua produção nos mercados interno e externo. A medida é parte da política de nacionalização de petróleo e gás decretada por Morales no dia 1 de maio do ano passado. Os derivados citados no decreto são produzidos em cinco refinarias do país, duas delas da Petrobras, mas são alvo de discussões com o governo. O governo boliviano quer desapropriá-las por cerca de US$ 70 milhões e a estatal brasileira quer receber cerca de US$ 200 milhões.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia