Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Morales: países da América Latina devem trabalhar juntos


Luciano Nascimento
Agência Brasil

Brasília - O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse hoje (4) que os países da América Latina devem trabalhar juntos para conseguir a "descolonização". Morales discursou durante o encerramento do Foro São Paulo, encontro que reúne os partidos de esquerda latino-americanos. "Se queremos mudar o mundo, temos que começar a mudar a gente e para mudar temos que nos descolonizar do fascismo, do racismo, do mercantilismo e do luxo. Juntos", disse.

Morales lembrou a colonização da América Latina pelos europeus e disse ainda que é preciso avançar nas políticas voltadas para os segmentos "historicamente abandonados" e que os países latino-americanos precisam também descolonizar a Europa da "anarquia do mercado de capital".

"Teremos que descolonizá-los, será outra tarefa que nós teremos", disse. Evo disse que os partidos de esquerda têm a responsabilidade de defender o que chamou de "processos de libertação" na Venezuela, na Nicarágua, na Argentina, no Brasil, no Uruguai, no Equador e na Bolívia. Ele também falou da necessidade de enfrentamento da corrupção e que ele mesmo, inicialmente, não queria fazer política, pois a política era vista como uma atividade de traficantes e pessoas corruptas. "Nossos povos estão cansados de abuso de poder e de autoridade. A política não pode ser para quem a trata como negócio ou em seu [próprio] beneficio. A política é a ciência de servir aos nossos povos", disse Morales.

Morales criticou o sistema capitalista e as políticas neoliberais e falou sobre a situação da Bolívia antes de sua chegada à Presidência. "Tivemos que recuperar os nossos recursos naturais que estavam nas mãos de poucos e retorná-los para o povo. Antes [de nacionalizar os recursos] a gente tinha que pegar empréstimo no Banco Mundial. Depois da nacionalização não foi mais preciso", disse. "Não é possível que nos países da América Latina quem governe sejam os banqueiros e empresários", completou.

No sábado, Morales se encontrou com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com a assessoria do ex-presidente, durante a reunião, que durou uma hora e trinta minutos, foram discutidos temas como a situação política e econômica da América do Sul e a integração do continente. "Principalmente sobre a necessidade de uma integração que não só amplie as trocas comerciais, como aumente o intercâmbio político, cultural e universitário na região", diz a nota. Outro tema debatido pelos dois foi o fortalecimento da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) e a ampliação do Mercosul.

Em mensagem por vídeo aos participantes no evento, a presidenta Dilma Rousseff disse que os governos de esquerda do continente "não se refugiam em um nacionalismo estreito" e buscam a integração regional. A presidenta falou ainda dos protestos que desde junho têm tomado as ruas do país.

O 19º Foro de São Paulo reuniu cerca de 100 partidos de esquerda da América Latina. Neste domingo, os participantes aprovaram uma resolução de apoio à presidenta Dilma Rousseff e aos movimentos que convocaram os protestos que sacudiram o país em junho. "Avançou e pode avançar mais, foi a reivindicação das manifestações no Brasil, cujas vozes determinam um relançamento das lutas sociais no país", diz a resolução.

O documento afirma que "os próprios partidos de esquerda no governo (no Brasil) e os movimentos sociais" sustentam que os protestos por melhores serviços públicos e transparência na política "comprovam os avanços democráticos conquistados pelo povo brasileiro". O próximo encontro será realizado na Bolívia.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe