Porto Velho (RO) segunda-feira, 15 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Ministro britânico diz que direita americana ameaça sistema financeiro mundial



Da BBC Brasil

Agência Brasil, Brasília - O ministro de Negócios, Inovação e Treinamento da Grã-Bretanha, Vince Cable, criticou hoje (24) o impasse do Congresso dos Estados Unidos para a elevação do teto de sua dívida, afirmando que alguns poucos “loucos de direita” ameaçam o sistema financeiro mundial.

Em entrevista à BBC, ele disse que a disputa no governo americano representa um risco maior aos mercados globais do que a crise na zona do euro. “A ironia da situação no momento, olhando para a abertura dos mercados amanhã, é que a maior ameaça para o sistema financeiro mundial vem de alguns poucos loucos de direita no Congresso americano e não da zona do euro.”

As negociações fracassaram na noite de sexta-feira (22), quando o líder da Câmara dos Representantes (deputados federais) dos Estados Unidos, o republicano John Boehner, se retirou das negociações com a Casa Branca sobre um acordo.

Segundo o governo americano, caso o Congresso não autorize a elevação do teto da dívida - atualmente em US$ 14,3 trilhões (cerca de R$ 22,2 trilhões) - até 2 de agosto, os Estados Unidos terão de parar de cumprir seus compromissos financeiros.

A sexta-feira marcava o prazo final estabelecido por presidente Barack Obama para chegar um acordo para que houvesse tempo para a proposta tramitar e ser aprovada pelo Congresso, a fim de evitar um calote.

Ontem (23), Obama teve um encontro de emergência com os líderes do Congresso, mas eles não chegaram a um acordo. Há divergências entre os dois maiores partidos dos EUA - Democrata e Republicano - sobre a profundidade dos cortes e que programas devem ser afetados.

Um dos principais pontos de discórdia se refere ao pagamento de impostos. Obama quer que o pacote inclua o fim dos cortes de impostos concedidos à camada mais rica da população ainda durante o governo de seu antecessor, George W. Bush. Os republicanos se recusam a aprovar qualquer medida que aumente os impostos.

Apesar das divergências, o secretário do Tesouro, Timothy Geithner, disse hoje (24) que está confiante em um acordo. “É impensável a ideia de que este país não cumprirá com suas obrigações”, disse Geithner ,em entrevista à rede americana CNN. “Isso não vai acontecer.”

Ele disse ainda que a proposta republicana de primeiro elevar o limite da dívida e só então negociar os cortes era “irresponsável” e não seria aceita pelos democratas.

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe