Porto Velho (RO) domingo, 14 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Lula e Sarkozy querem construir ponte na floresta amazônica


Lula e Sarkozy lançam pedra fundamental de ponte ligando Brasil à Guiana Francesa

Alex Rodrigues
Agência Brasil


Macapá (AP) - Uma ponte de quase 400 metros de extensão ligando o Brasil a um pedaço da França, em plena floresta amazônica. Assim pode ser descrita a obra de cerca de R$ 38,6 milhões, cuja pedra fundamental foi lançada ontem (12) pelos presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Nicolas Sarkozy, da França.

Segundo a declaração conjunta assinada pelos dois governantes, a ponte sobre o Rio Oiapoque, ligando a margem brasileira à cidade de São Jorge do Oiapoque (Saint-George de L´Oyapock), na Guiana Francesa – um departamento ultramarino da França – visa a favorecer o conhecimento mútuo entre os dois países.

Além da ponte, a proposta conjunta é construir e melhorar as estradas que ligam as capitais Macapá e Caiena, “trazendo múltiplos benefícios para o desenvolvimento econômico e social da região”, conforme prevê a declaração conjunta, divulgada à imprensa durante o encontro de ontem entre Lula e Sarkozy.

Hoje, a travessia de pessoas e o transporte de mercadorias são feitos por barcos, principal via de transporte em toda a Região Norte, ou por avião.

Lula reconheceu a importância da ponte e afirmou que conhece projetos de mais de uma década para a realização da obra. “Eu ouço falar desta ponte há mais de dez anos. Já houve encontros e mais encontros e, talvez, o dinheiro que se gastou na reunião de técnicos franceses com brasileiros, de passagens [aéreas], talvez esse dinheiro desse para fazer a ponte”, disse Lula.

Afirmando que desta vez os prazos anunciados serão cumpridos, Lula garantiu que a ponte será inaugurada em 2010 e assegurou que Sarkozy demonstrou a mesma disposição. “O que eu gostei do Sarkozy é que ele disse que quer começar a ponte este ano, porque ele acha inadmissível a França ter vontade de fazer uma ponte e ela demorar oito anos [para sair do papel]”.

Uma comissão intergovernamental criada em julho de 2005, quando foi assinado o acordo bilateral para a construção da ponte, deve se reunir ainda neste primeiro semestre, em Brasília, para validar os trabalhos técnicos e dar início ao processo licitatório internacional que irá selecionar a empresa responsável pela obra.

Também será definido como se dará a divisão dos custos. A intenção é de que os gastos sejam divididos igualmente entre Brasil e França, “mas levando em conta as implicações fiscais e a necessidade de evitar que a França termine onerada por tributos nacionais”.

 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe