Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Lugo diz que vai enfrentar processo de impeachment


Monica Yanakiew
Correspondente da EBC na Argentina

Agência Brasil, Buenos Aires – O presidente do Paraguai, Fernando Lugo, anunciou que vai enfrentar o processo de impeachment, decidido na manhã de hoje (21) pelos deputados paraguaios.

“Ele tem até o final da tarde de amanhã (22) para se defender das acusações, mas como a palavra final é do Senado, onde a grande maioria é da oposição, é quase certo que ele será condenado antes mesmo de ser julgado”, disse em entrevista à Agência Brasil, Anibal Carillo, secretário político do Guasu, partido de Lugo. “Ainda assim, Lugo não vai renunciar porque sabe que tem o apoio de milhares de eleitores paraguaios”, completou.

O presidente está sendo responsabilizado pela morte de 17 pessoas, em um confronto entre policiais e camponeses armados no interior do Paraguai, ocorrido no último dia 15 de junho.

O Senado se reuniu esta tarde para decidir que procedimento adotar. “Os senadores formalizarão as acusações e notificarão o presidente, que terá até o final de amanhã para apresentar sua defesa”, declarou Carillo. Assim que soube que a Câmara aprovaria o impeachment, Lugo anunciou a sua decisão de permanecer no cargo e “honrar o juramento feito no dia 15 de agosto de 2008”, data de sua posse, completou.

O ex-bispo da Igreja Católica foi eleito com a promessa de defender os mais pobres – especialmente os camponeses. O governo tem evitado usar a força para obrigar os sem-terra a sair das fazendas ocupadas – entre elas, as de plantações de soja dos brasiguaios, como são chamados os colonos brasileiros no Paraguai.

Mas, no ultimo dia 15 de junho, uma força policial foi enviada a Curuguaty para retirar um grupo de sem-terra de uma área ocupada. A ação acabou em conflito que resultou na morte de policiais e camponeses. O confronto provocou uma crise no gabinete de Lugo e agora no processo de impeachment do presidente.

Esta é a segunda vez que o Congresso paraguaio abre processo de impeachment de um presidente. Em 1999, o alvo foi Raul Cubas Grau. Ele preferiu renunciar à Presidência a ter que enfrentar o processo, e se exilou no Brasil.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe