Porto Velho (RO) domingo, 12 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

LAN Chile investirá US$ 2,6 bilhões entre 2007 e 2011


Agência O Globo SANTIAGO DO CHILE - A empresa aérea LAN Chile pretende investir cerca de US$ 2,6 bilhões entre 2007 e 2011, disse, nesta quinta-feira, o presidente da companhia, Jorge Awad. O plano de investimentos está destinado a incorporar 52 novos aviões à frota da LAN neste período, previu Awad aos jornalistas, ao final da assembléia de acionistas celebrada nesta quinta-feira. Na reunião, os acionistas aprovaram também um aumento de capital de US$ 320 milhões através de uma oferta de ações que materializará nos mercados do Chile e Nova York. Segundo o executivo, o preço das novas ações será determinado mais adiante pela diretoria da companhia. As ações da LAN fecharam, nesta quinta-feira, em 63,75 pesos na Bolsa de Comércio de Santiago, com uma alta de 1,17% com relação de quarta-feira, numa jornada mais curta devido à véspera do feriado da Semana Santa. Quanto às expectativas para este ano, a empresa, que também na Argentina, Peru, Equador e República Dominicana, espera obter ingressos de US$ 3,6 bilhões, o que representa um aumento de 18,6% com relação aos US$ 3,034 bilhões de 2006. No ano passado, o lucro líquido da LAN atingiu US$ 241,3 milhões, ou seja, 64,6% a mais que o obtido em 2005.

Mais Sobre Mundo - Internacional

Portugueses Apostaram cerca de 1 Bilhão de Euros em Cassinos Online no 1º trimestre de 2020

Portugueses Apostaram cerca de 1 Bilhão de Euros em Cassinos Online no 1º trimestre de 2020

Os portugueses chegaram a marca de 1 bilhão de euros em apostas em cassinos online nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2020, segundo informaç

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a