Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Japão: Pacote de US$ 10,7 bilhões para evitar crise no país


Renata Giraldi*
Agência Brasil

Brasília - O governo do Japão aprovou hoje (30) um novo pacote de estímulo, no valor de US$ 10,7 bilhões, para incrementar a economia e evitar a recessão. O pacote inclui US$ 2 bilhões para a reconstrução de áreas no Nordeste do país, atingidas pelo terremoto seguido por tsunami em março de 2011. O dinheiro servirá para ajudar as vítimas com a construção de abrigos e assistência à saúde.

Parte do pacote será destinada à gestão de desastres naturais. A meta é investir US$ 1,3 bilhão na reforma de escolas (para que resistam aos tremores de terra) e US$ 910 milhões em medidas de infraestrutura para evitar inundações. O pacote faz parte da estratégia do governo para revitalizar o Japão.

Na tentativa de reduzir o uso de energia nuclear, o governo do Japão vai aplicar US$ 360 milhões em projetos de recarrega de baterias renováveis. O pacote também inclui US$ 1,2 bilhão para apoiar as pequenas e médias empresas.

No dia 26 de outubro, foi anunciado um pacote financeiro, porém menor do que o anunciado hoje. As medidas do mês passado visavam a estimular a geração de emprego e as áreas industriais e de segurança social. O novo pacote também pretende aumentar o número de vagas de trabalho em, pelo menos, 80 mil oportunidades.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa.
 

Mais Sobre Mundo - Internacional

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisa mostra características de pessoas infiéis

Pesquisadores de universidades americanas sugerem que os potenciais infiéis têm um perfil: Apresentam níveis educacionais e financeiros acima da méd

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

O minério Niobium da Amazônia brasileira desperta cobiça internacional por ser estratégico para as indústrias

Quem pensa que o presidente francês Emmanuel Macron foi o primeiro presidente de uma potência europeia a questionar a soberania brasileira sobre a 

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Suicídio - OMS alerta para adoção de estratégias de prevenção

Dos 183 países integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), apenas 38 pesquisados pelo organismo, entre eles o Brasil, contam com uma estratégia