Porto Velho (RO) segunda-feira, 8 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

Índios da Bolívia pedem diálogo com Morales e recorrem a Brasil por estrada



LA PAZ - Indígenas bolivianos que faziam desde a segunda-feira passada uma marcha de 600 km em defesa de uma reserva natural ameaçada por uma estrada construída pela brasileira OAS, expressaram o desejo de dialogar com o presidente Evo Morales e, ao mesmo tempo, recorreram ao Brasil para suspender a obra.

Os nativos dizem que a estrada de 300 km, financiada principalmente pelo Brasil a um custo total de 415 milhões de dólares, afetará o Território Indígena e Parque Nacional Isiboro Sécure (TIPNIS), de um milhão de hectares, rico em flora e fauna e onde vivem vários grupos autóctones desde tempos ancestrais. "Nós não estamos fechados ao diálogo, temos pedido desde o começo ao presidente" Morales, disse à AFP Ernesto Sánchez, dirigente do TIPNIS.

Cerca de 1.200 indígenas - o dobro dos que marcharam na segunda-feira em Trinidad, capital do departamento (estado) amazônico de Beni - estão a poucos quilômetros de San Ignacio de Moxos, aonde chegará a estrada que parte do povoado 'cocalero' de Villa Tunari, reduto político de Morales.

Os indígenas calculam que levarão 40 dias em uma marcha até La Paz, na sede do governo. Eles querem dialogar com o governo, mas só com o presidente Morales, o primeiro aimara a chegar ao poder desde a fundação do país, em 1825.

O líder indígena Sánchez afirmou, ainda, que junto com esta ação também foram enviadas cartas para reclamar sobre a construção da estrada para a presidente Dilma Rousseff, o embaixador brasileiro em La Paz, Marcel Biato, e para a empresa responsável pela obra, a brasileira OAS. "Foi mandada uma carta a três autoridades: ao embaixador do Brasil na Bolívia, à presidente do Brasil e à empresa OAS, que vai construir a estrada", afirmou.

"Estamos afirmando que não queremos que a estrada passe por aqui (a reserva natural) e que eles, como financiadores, podem exigir que se cumpram todas as normas que temos na Bolívia", acrescentou.

Fonte: France Presse

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe