Porto Velho (RO) sexta-feira, 12 de agosto de 2022
×
Gente de Opinião

Mundo - Internacional

IMIGRAÇÃO BOLIVIANA: Grupo de trabalho quer evitar ilegalidade


 

Bolivianos, paraguaios e chilenos apresentam proposta para o Grupo de Trabalho do MTE.  Encontro em São Paulo teve por objetivo diagnosticar os movimentos de entrada desses imigrantes no Brasil, bem como as maneiras de evitar a ilegalidade e a exploração desses trabalhadores

Brasília - O número de concessões de visto de trabalho de bolivianos no Brasil aumentou 39% entre os anos de 2006 e 2007. Foram 103 vistos concedidos no ano passado, contra 74 no anterior. Ainda assim, é grande o número de bolivianos, paraguaios e chilenos que são encontrados em ações de fiscalização trabalhando de forma irregular e, muitas vezes, em condições degradantes. Diante deste cenário, o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, criou um Grupo de Trabalho para diagnosticar como esses estrangeiros chegam ao Brasil.

Na última sexta-feira (28), o presidente e o secretário do Grupo de Trabalho do MTE estiveram na sede do Serviço Pastoral dos Migrantes, em São Paulo, para uma reunião com representantes das comunidades de bolivianos, paraguaios e chilenos no Brasil, além de outras entidades que prestam apoio ao migrante como Organização Internacional do Trabalho (OIT), Ministério Público do Trabalho, Secretaria dos Direitos Humanos do estado e Centro de Apoio ao Imigrante (CAMI).

A idéia do encontro era ouvir e debater com os trabalhadores dessas nacionalidades quais são os principais problemas do imigrante que vive no Brasil. O grupo apresentou algumas propostas para o Ministério do Trabalho e Emprego - como por exemplo a ampliação do tempo de visto temporário de trabalho, hoje em 90 dias. Elas serão analisadas e o resultado deste e dos próximos encontros estarão no relatório do GT que deve ser divulgado no final de maio.

"Foi muito importante vir aqui para saber o tipo de conscientização que eles têm e também para fazer notar que o Ministério do Trabalho está preocupado e atento à situação desses trabalhadores estrangeiros", destacou Marcos Ribeiro, assessor especial do MTE e presidente do Grupo de Trabalho.

Brasil-Bolívia - Em 2005 foi firmado acordo entre os Ministérios das Relações Exteriores dos dois países que estabeleceu prazo de 2 anos - podendo ser prorrogado por mais dois - para a permissão de permanência dos imigrantes destas nacionalidades.Portanto apenas o protocolo do pedido de regularização, os bolivianos podem solicitar a expedição da Carteira de Trabalho provisória, que tem validade de 180 dias, que permitirá também a formalização do trabalho. As Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego (SRTEs) foram orientadas para procederem à emissão, conforme ofício de 2005 (http://www.mte.gov.br/trab_estrang/oficio.pdf).

Estima-se que existam cerca de 60 mil bolivianos no Brasil, assim como 40 mil brasileiros na Bolívia, segundo dados da Polícia Federal. No Brasil, 90% dos bolivianos são encontrados, em São Paulo, trabalhando em oficinas de costura. Na Bolívia, os brasileiros trabalham, principalmente, nas regiões de fronteira, exercendo atividades agrícolas.

"Nas conversas desta sexta-feira descobrimos que os bolivianos que trabalham irregularmente nessas confecções estão sendo levados para outros municípios, já que a ação fiscal da Secretaria de Inspeção do Trabalho do MTE está 'apertando o cerco', de acordo com depoimento deles. Assim, a gente consegue inclusive ajudar a fiscalização da SIT e ajudar o trabalhador que está sendo explorado. A condição de irregularidade no país agrava essa exploração", disse o coordenador-geral de Imigração do MTE e secretário do GT, Paulo Sérgio de Almeida.

Fonte: MT

Mais Sobre Mundo - Internacional

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Missão em Israel proporciona grande experiência de fortalecimento comercial com produtos de Rondônia

Uma missão para um país como Israel, que se reinventou superando adversidades naturais e políticas, torna-se de grande relevância estratégica para est

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

Em Tel Aviv, potenciais de Rondônia são apresentados para empresários em Missão Internacional do Sebrae

A Missão Internacional Israel, promovida pelo Sebrae em Rondônia deve gerar grande frutos em breve. Empreendedores rondonienses compuseram a comitiv

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Ômicron deve infectar mais da metade da Europa em 6 a 8 meses, segundo a OMS

Mais da metade da população europeia deve ser infectada pela variante Ômicron do coronavírus nas próximas seis a oito semanas, disse nesta terça-fei

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

MSF encontra 10 mortos em barco de madeira à deriva no Mediterrâneo

Em 16 de novembro, durante uma difícil operação de busca e resgate a menos de 30 milhas náuticas da costa da Líbia no Mediterrâneo Central, a equipe